Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Delegado lança livro de ficção com vitória brasileira na Copa de 2014

Publicado

em

O trauma do placar que tirou a seleção Brasileira da Copa do Mundo em 2014 motivou um delegado de polícia do Distrito Federal a preencher páginas com histórias alternativas. Agora, para “apagar a ferida da derrota”, Sergio Bautzer lança seu primeiro livro. “Como um gato”, obra de 226 páginas, mistura autobiografia fictícia com historiografia do futebol brasileiro, e responde como seria o mundo se alguns placares tivessem sido diferentes ao longo dos anos.

 

Na publicação, Erick Moreno da Silva é o protagonista. Jogador de futebol aclamado pela crítica, ele não só foi eleito o melhor goleiro da Era moderna, como, junto à Seleção brasileira, venceu a Copa do Mundo de 1998, de 2006, e até de 2014. O texto passa conta detalhes da carreira do personagem, desde quando começou a se interessar por futebol nos campos de Barra Bonita, passando pela profissionalização, até chegar aos dias de glória.

A história passa e relembra grandes craques do futebol brasileiro, como os defensores Taffarel, Dida,  Jorginho, Cafu, Aldadir, Roberto Carlos, e os atacantes Bebeto, Kaká, Ronaldinho Gaúcho, Fenômeno. Na correria do trabalho policial, o delegado Bautzer escreveu o livro nas folgas dos plantões das delegacias.  “Como um gato” já está à venda nas principais livrarias online do país. A publicação é pela editora Labrador.

 

Reprodução

O autor
Sérgio Bautzer é delegado da Polícia Civil do DF há 13 anos. Passou pelas delegacias 14ª (Gama), 20ª (Gama), 33ª (Santa Maria), 8ª (SIA), 29ª (Riacho Fundo), 27ª (Recanto das Emas) e Academia de Polícia.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade