Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Com ousadia e descontração, Super Power Guido quer ser hit do Carnaval 2019

Pollyana Fonseca
[email protected]

O ano de 2019 mal começou e o calor do Carnaval já bate à porta em Brasília. Com referências do axé, funk e eletrônico, a música Super Power Guido, de Thiago Freesoom, quer ser o novo hit da maior e mais democrática festa brasileira.

Escrita em 2010, a canção só foi lançada agora, segundo Thiago, por receio da reação dos ouvintes. “Fiquei com medo porque a música tem duplo sentido”, explica. Mas depois de passar alguns dias em Recife e de usar como exemplo artistas de sucesso, como Anitta, o músico resolveu liberar a produção. “Eu quero fazer a galera feliz no Carnaval, pular”, garante.

A ideia para o nome do personagem veio de um fazendeiro que Freesoom conheceu chamado Guido, e da sua paixão por filmes de super-heróis, que também colaborou para a criação da persona mostrada em videoclipe gravado na Esplanada. Apostando alto no que espera ser um hit, o cantor deve se apresentar no Carnaval de Porto Seguro 2019.

Talento precoce

Na música desde pequeno, Thiago Freesoom conta que foi influenciado pela família, e que sempre se interessou pelo estilo baiano.
“Eu lembro que minha irmã um dia chegou lá em casa com um berimbau e um CD da Timbalada. Fiquei apaixonado”, recorda.
Autodidata, ele aprendeu a tocar percussão, escaleta, lira, cavaquinho e violão. Tudo ainda criança.

O interesse pelo canto só veio mais tarde, aos 17 anos, e desde então já integrou a banda de axé Moleque-Zueira, Groove Jah e a banda Freesoom.
A carreira solo, segundo o artista, aconteceu naturalmente. Hoje, Thiago quer ser reconhecido pelo seu trabalho solo.
“[Eu quero que] as pessoas me conheçam e reconheçam meu trabalho como instrumentista, dançarino e cantor”, complementa.

Além da música, ele também dedica seu tempo à atividades sociais, dando aulas profissionalizantes de percussão e violão para crianças e idosos.

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA