fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Carnaval 2020: palco ‘Brasília 60’ promete animar a folia

A programação contará com frevo, axé, samba e forró e acontecerá do sábado (22) a terça-feira (25) em estrutura que contará com seguranças e fácil acesso

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Carnaval 2020 do Distrito Federal contará com um palco exclusivo recheado de atrações da cidade. Ao todo, 20 artistas revezarão o palco ‘Brasília 60’, montado no Polo Funarte, que suporta também seis escolas de samba do grupo especial do DF. 

A programação contará com frevo, axé, samba e forró e acontecerá do sábado (22) a terça-feira (25) em estrutura que contará com seguranças e fácil acesso.  

De acordo com o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, o Governo do Distrito Federal concentrou esforços para oferecer à população uma festa mais identificada com as manifestações locais, que por si só já refletem a diversidade cultural que torna o Carnaval do DF tão especial.

“Montamos uma estrutura ampla onde ficarão concentrados diversos órgãos do governo que atuarão para garantir que todos possam brincar o carnaval com muita alegria”, comenta.

No palco, estarão presentes bandas e artistas de 12 Regiões Administrativas do Distrito Federal como Ceilândia, Cruzeiro, Guará, Núcleo Bandeirante, Plano Piloto, Riacho Fundo I, Samambaia, Santa Maria, Sobradinho, Sol Nascente/Pôr do Sol, Taguatinga e Vicente Pires. “Teremos um Carnaval que vai mostrar para Brasília e para o Brasil todo o nosso potencial artístico”, diz.

O palco ‘Brasília 60’ também receberá seis escolas de samba que se apresentarão em três dias distintos. O domingo (23), que terá uma programação toda voltada para o samba, recebe as escolas Unidos da Vila Planalto e Bola Preta de Sobradinho.

Na segunda-feira (24), Império do Guará e Aruc prometem animar os foliões. Águia Imperial e Ceilândia e Acadêmicos da Asa Norte fecham o Carnaval de Brasília em grande estilo na terça-feira (25).

Com este novo conceito de carnaval, que divide com a iniciativa privada responsabilidades na organização e financiamento, o GDF economizará recursos para investimento em outras ações e políticas públicas.

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa vai destinar cerca de R$ 1,2 milhão para a realização dos eventos e contará com aporte de R$ 476 mil de patrocinadores.

Carnaval Social

O Carnaval também é uma oportunidade de iniciar o processo de profissionalização dentro da cadeia produtiva da cultura, potencializando a geração de emprego e renda. Essa é a proposta do Carnaval Social, iniciativa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal (Secec) que pelo segundo ano levará a 16 Regiões Administrativas cultura, lazer e capacitação.

Sol Nascente/Pôr do Sol, Ceilândia, Estrutural, Paranoá, Itapoã, Candangolândia, Núcleo Bandeirante, Varjão, Sobradinho II, São Sebastião, Recanto das Emas, Riacho Fundo e Riacho Fundo II, Porto Rico (Santa Maria), Samambaia e Gama são as cidades que receberão a ação a partir do dia 1º de março.

A bordo de uma carreta equipada com salas de aula, estúdio de gravação e palco, instrutores capacitarão a comunidade em oficinas de DJ, Youtuber e fotografia com telefone celular. Os músicos locais também terão a oportunidade de gravar faixas demo com acompanhamento de técnicos do segmento.

Após os minicursos, que terão emissão de certificado, a carreta do Carnaval Social abre espaço – e microfone – para apresentação de bandas e artistas locais. “Unimos de maneira estratégica dois dos principais eixos da Cultura: as apresentações culturais e a profissionalização”, destaca o secretário de Cultura e Economia Bartolomeu Rodrigues.

A ideia, segundo ele, é capacitar aproximadamente mil pessoas, fortalecendo ainda mais a atividade cultural no Distrito Federal. “Desta forma, ampliamos as possibilidades de geração de emprego dentro deste segmento tão promissor em todo o país, além de valorizar os artistas locais que, muitas vezes, não têm oportunidade para se apresentar em um palco”, pontua.

Brasília. Um Carnaval de Respeito

A fim de conscientizar sobre a importância de brincar o Carnaval com segurança, o Governo do Distrito Federal lançou, nesta terça-feira (18), a campanha ‘Brasília. Um Carnaval de Respeito’. O objetivo da ação, que será veiculada em grandes veículos de mídia e nas redes sociais, alerta para o respeito à mulher, à diversidade, e à vida.

A prática do sexo seguro durante a folia e o combate à perigosa mistura de álcool e direção também são reforçadas nas ações. Outra grande preocupação durante o período das festas carnavalescas é roubo de celular, que vem crescendo em todo o país nos últimos anos. Por isso, a campanha do GDF pede aos foliões para guardarem seus aparelhos em lugares seguros para evitar ocorrências.

Festa consciente 

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) utilizará da folia para abordar temas sociais como política, empoderamento feminino, fortalecimento de vínculos, ressignificação de valores, respeito e diversidade. 

Para isso, nesta quinta-feira (20) o Centro de Convivência Gama Oeste apresenta o Bloco das Caliandras.  O evento é o resultado de um trabalho desenvolvido ao longo do mês em unidades da secretaria. “Muito mais do que proporcionar um momento de festa para as pessoas atendidas, fazemos disso um momento para discussão de ideias e pontos de vista”, explica o secretário de Desenvolvimento Social, Ricardo Guterres.

Outra ação que chama a atenção é o Carnaval Pop Taguatinga, a ser realizado no mesmo dia. Com programação música, dança e jogos voltados para a população em situação de rua, o evento ocorre no Centro Pop e exalta a junção de diversas formas de cair na folia. Ao som de rock, MPB, samba e vários outros ritmos, os frequentadores do local são convidados a um dia diferente em sua dura rotina de vida.

Em janeiro, o Centro de Referência Especializado em Assistência Social da Diversidade Sexual, Étnico Racial e Religiosa (Creas da Diversidade) organizou a confecção de materiais e estandartes para a Caminhada pela Visibilidade Trans, com o bloco Carnaval da Família TRANSdicional Brasileira. O desfile ocorreu no início do mês, na W3 Sul, dentro das comemorações do Dia da Visibilidade Trans.

Os restaurantes comunitários também entraram no clima. Algumas unidades já estão completamente enfeitadas para celebrar a data. Em Itapoã, o cantor Carlos Durães fará um show com muito som sertanejo e MPB. Ele se apresenta na sexta-feira (21), durante a tradicional feijoada, que começa a ser servida a partir das 11h, ao valor de R$ 1.

 

Com informações da Agência Brasília 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade