Siga o Jornal de Brasília

Entretenimento

Após ser adiada, 34ª Feira do Livro de Brasília começa nesta sexta-feira

Publicado

em

Advertisements

Inicialmente marcada para começar no dia 1º, a 34ª edição da Feira do Livro de Brasília  foi adiada em uma semana em razão da greve dos caminhoneiros. Confirmado, o evento ocupa o Pátio Brasil, com programação entre os dias 8 e 17 de junho. O tradicional evento reunirá escritores, leitores, estudantes, professores, especialistas e profissionais do mercado de livros para, a partir da literatura infantil e infanto-juvenil, promover a aproximação do público com o diversificado universo da literatura. A entrada é gratuita.

O tema escolhido para a edição de 2018 da Feira é “Literatura infantil: a invenção do sonho. Vamos brincar de inventar?” Ele aponta para um gênero literário que vem se consolidando como campeão de vendas no mercado nacional – a ponto de registrar, nos últimos anos, expressivo crescimento em importância, relevância e sobretudo qualidade. Dados do Sindicato Nacional dos Editores de Livros mostram que o crescimento das vendas do gênero infantil, em 2016, na comparação com 2015, foi de 28%, contrastando fortemente com a queda de 9,7% do mercado como um todo no mesmo período.

Outro fato que pesou na escolha do tema se relaciona com os desafios que envolvem a popularização da leitura desde a infância. Assim, a Feira do Livro de Brasília renova seu propósito de contribuir para ampliar o acesso aos livros, popularizar a leitura e tornar conhecidos a literatura – tanto a local e regional quanto a nacional e internacional – e seus expoentes.

A Feira do Livro de Brasília é organizada pela Câmara do Livro e pelo Instituto Latinoamerica. A programação do evento será gratuita e contará com espetáculos teatrais, palestras com autores e estudiosos, bate-papo com escritores de renome nacional e internacional, debates, apresentação de cordel, contação de história e muito mais. Terão lugar na Feira, ainda, conversas sobre mercado editorial, políticas de livro, leitura, bibliotecas e direitos autorais, vendas pela internet, livros eletrônicos e literatura inclusiva.

Entre os escritores já confirmados estão Maurício Almeida, Paulliny Gualberto Tort, Maria Valéria Rezende , Dad Squarisi, Henrique Rodrigues, Cristóvão Tezza e Pedro de Almeida.

Na parte infantil da feira, Fernanda de Oliveira, da equipe de curadoria, também confirma alguns nomes: Alessandra Roscoe, Ana Beatriz Brandão, Cristino Wapichana, Denise Batulevicius, Dinorá Couto Cançado, Helenice Gonçalves, Jô Oliveira, Jonas Ribeiro, José Santos, Lázaro Ramos, Lourenço Cazarré, Lucrécia Leite, Lucília Garcez, Marcelo Capucci, Márcia Nogueira, Marco Haurélio, Marcos Linhares, Maria Célia Madureira, Mirela Martorelli, Raquel Gonçalves Renato Machado, Sandra Bittencourt, , Shirlene Alvares,  Simão Miranda, Stella Maris Rezende, Tiago de Melo Andrade e Wellington Barros.00

Homenagens
Ana Maria Machado, Luci Watanabe e Milton Hatoum serão os escritores homenageados. Também recebe homenagem o Uruguai como comunidade internacional. Ana Maria Machado é considerada pela crítica como uma das mais versáteis e completas das escritoras brasileiras contemporâneas. A carioca ocupa a cadeira numero 1 da Academia Brasileira de Letras, que presidiu de 2011 a 2013. São mais de 40 anos escrevendo, mais de cem livros publicados (dos quais 9 romances e 8 de ensaios), mais de 20 milhões de exemplares vendidos, publicados em 20 idiomas e 26 países. Os livros infanto-juvenis dela são reconhecidos em todo o mundo.

Os outros dois homenageados tem identificação profunda com o DF: Luci Watanabe nasceu em Divinópolis (MG), em 1944. Há anos reside em Taguatinga (DF). Formada em Jornalismo, também estudou inglês, alemão e francês. Aprendeu a escrever com os maiores mestres da literatura de todos os tempos, lendo muito desde pequena. Escreve histórias para crianças e jovens. Com mais de vinte livros publicados, já vendeu muito mais de um milhão de exemplares pelo Brasil afora; e o premiado autor manaura, Milton Hatoum, que em 1967 mudou-se para Brasília, onde estudou no Colégio de Aplicação da UnB. Hatoum lançou recentemente o primeiro volume da trilogia O Lugar Mais Sombrio, que é ambientada em Brasília.

Estande dos Autores Independentes
Foi anunciado a cessão de um espaço: o Espaço Democrático dos Escritores Independentes. Serão disponibilizadas prateleiras nas quais os autores poderão disponibilizar seus livros. No estande também serão dispostas algumas mesas com porta banners nas quais cada autor poderá ficar por duas horas e colocar os referidos banner pelo tempo que lhe foi disponibilizado. Aquele que já tiver usado seu horário alguma vez terá sempre que ceder o espaço aos colegas que ainda não o tiverem feito. Para participar do espaço: manda e-mail para camaradolivrododf@gmail.com, dizendo dia e horário que pretende ocupar. Será disponibilizada e divulgada a programação de lançamentos/ocupação nesse espaço nas redes sociais do evento.

Público
O presidente da Câmara do Livro do DF, Ivan Valério, enfatizou, durante a coletiva de lançamento do evento, a emoção tanto de poder apresentar mais uma edição quanto de homenagear a literatura feita para nossas crianças e jovens. “Precisamos renovar os sonhos, que perpassem as telas dos smartphones e dos computadores. E as cerca de 200 mil esperadas se depararão com um palco principal, um espaço para as mesas de debates, e outros para cordel, teatro de bonecos e contações de história”, ressaltou.

Valério também observou que espera-se que o público movimente mais de R$ 5 milhões em vendas de livros, com a comercialização de 200 mil títulos nos cerca de 100 estandes de vendas, além dos impactos indiretos sobre a indústria do turismo na capital federal e em sua economia, nos mais variados ramos – alimentício, hotelaria e hospedagem, comércio de varejo, lojistas de shopping, da região central da cidade, ambulantes e transporte de passageiros.

O evento é realizado pela Câmara do Livro do DF, coordenado pelo Instituto Latinoamerica e apoiado pelo Ministério da Cultura (MinC), pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), pelo Sindicato Nacional de Editores de Livro (SNEL) e pelo Sindicato dos Escritores do DF (Sindescritores).

A Secretaria de Educação, a Secretaria de Turismo, Esporte e Lazer, a Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, a Secretaria de Cultura do DF são parceiros do evento.

Serviço:

Quando? 8 a de 17 de junho
Que horas? De 10h às 22h, de segunda a sábado; das 14h às 20h, aos domingos
Onde? Varandão do Pátio Brasil (área externa)
Quanto? De graça
Classificação indicativa: livre
Informações: (61) 2107-7400. Também é possível acompanhar o evento pela página no Facebook


Você pode gostar
Publicidade