fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Via expressa da Epia sentido Sobradinho/Plano Piloto vai ser interditada a partir desta sexta

Motivo é dar mais segurança aos motoristas e causar menos impacto no trânsito durante a reconstrução do guarda-corpo do Viaduto Ayrton Senna

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O fluxo de veículos na via expressa da Estrada Parque Indústria e Abastecimento (Epia/DF-003) vai ser interditado parcialmente, a partir desta sexta-feira (23). O Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF) vai fazer o bloqueio para dar sequência à demolição e reconstrução do guarda-corpo do Viaduto Ayrton Senna que foram iniciadas na primeira quinzena deste mês.

A interdição de duas das três faixas da Epia está previsto para ocorrer até a próxima quarta-feira (28), entre 21h e 5h, horário que não vai interferir na operação de fluidez da Estrada Parque Ceilândia – Estrutural (DF-095) que ocorre de segunda a sexta, de 6h às 9h, quando o fluxo de veículos é invertido para o Plano Piloto, enquanto que à tarde a pista sul troca de direção para Taguatinga, entre 17h30 e 19h45.

Durante a interdição os motoristas que dirigem no sentido Sobradinho/Plano Piloto trafegarão pela terceira faixa da via expressa da EPIA, próxima à obra de arte especial.

“Optamos por fazer este trabalho em um horário que vai causar menos impacto no trânsito da região. Nosso intuito é diminuir ao máximo os transtornos causados à população com as obras”, explicou o responsável pelo serviço e chefe do 5º Distrito Rodoviário, Geraldo Jacinto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No sentido Plano Piloto/Sobradinho, inicialmente, não há previsão de interdição da via expressa, mas caso haja a necessidade de bloquear o trecho, o impacto no trânsito será reduzido, pois o fluxo de veículos será direcionado para a pista marginal.

Melhorias no viaduto Ayrton Senna

A obra está na fase de demolição e reconstrução dos pilares que compõem o guarda-corpo de aproximadamente 300 metros de comprimento. Para evitar que o material demolido caia sobre a pista, serão instaladas as chamadas bandejas que servem para armazenar os pedaços de concreto retirados da construção anterior.

Paralelamente ocorre a construção dos pilaretes e vigas da estrutura, que medem 1,20 metro de altura. A última fase do serviço será a pintura do dispositivo de segurança. O serviço conta com a força de trabalho de 40 operários e está orçado em cerca de R$ 633 mil. A conclusão dos trabalhos está prevista para janeiro de 2021.

Para a secretária Gilmara Pontes, 28 anos, moradora da Taguatinga, a obra significará maior segurança para motoristas e pedestres. “O viaduto Ayrton Senna é uma área por onde passam muitos carros, mas, também, muitos pedestres, então será ótimo para todos quando a obra foi concluída“ comemorou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Sobre o elevado passam cerca 50 mil veículos por dia. Já na parte de baixo do viaduto o Tráfego Médio Diário é de 70 mil carros. O viaduto Ayrton Senna, o principal ponto de ligação entre o Plano Piloto e a Estrada Parque Ceilândia (EPCL/DF-095) começou a ser construído em janeiro de 1993 e foi concluído em fevereiro de 1994, ao custo de R$ 6,3 milhões na moeda atual. O nome dado ao viaduto foi definido por meio de licitação, em concurso que fez homenagem ao piloto tricampeão mundial de Fórmula 1.

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade