fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Troca solidária: empresas brasilienses promovem campanha de doação de extensores de máscara

Na contrapartida, iniciativa arrecada materiais de higiene e limpeza para serem doados a três instituições carentes da capital

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Com a reabertura gradual do comércio no Distrito Federal, a vida vai voltando ao normal e muitas pessoas estão retomando as atividades rotineiras de trabalho, exercícios físicos, lazer e autocuidado. O uso de máscara, obrigatório para desempenhar as funções do dia a dia, cada vez mais, se torna parte da realidade dos brasilienses. Pensando nisso, a campanha “Quem se preocupa faz o bem”, idealizada pela ParaOuvir Aparelhos Auditivos, em parceria com a Indústrias Rossi, doará dois mil extensores de máscara em troca de materiais de higiene e limpeza doados a instituições carentes do DF.

Os extensores tornam o uso da máscara mais confortável, servindo tanto para aliviar o incômodo de machucar a orelha quanto para dar mais firmeza às máscaras que acabam ficando largas com o uso. Serão dois mil suportes disponíveis para troca, sendo entregue um por doação. Os interessados em fazer o bem, devem retirar o extensor no estande da campanha, localizado na unidade da ParaOuvir no Gilberto Salomão, de segunda à sexta, das 10h às 17h30. Para evitar aglomeração no estande de troca, recomenda-se ir fazer a troca sem acompanhante e manter o distanciamento social.

O foco principal da campanha que ocorre até o dia 17 de julho é arrecadar produtos e direcionar a três instituições de caridade, sendo elas a Vila do Pequenino Jesus, no Lago Sul, o Instituto Doando Vida e o Centro Educacional de Audição e Linguagem Ludovico Pavoni (CEAL). Na troca de materiais como álcool gel, detergente, sabonete líquido, os doadores receberão um extensor.


Juntos mudando vidas


A campanha surgiu para ajudar as instituições de caridade no combate ao coronavírus. Desde o início da pandemia, a ParaOuvir vem desenvolvendo inúmeras iniciativas para ajudar outras pessoas a enfrentar o vírus e foi a partir dessas campanhas que a Rossi decidiu entrar junto na missão de ajudar o próximo.

“Fico muito feliz em ver que outros empresários que viram outras campanhas nossas, se entusiasmaram e sentiram a necessidade de fazer algo pela população. Isso funciona como uma corrente bem”, conta Janaina Mundim, proprietária da ParaOuvir.

A empresária explica ainda que sempre teve como missão trazer as pessoas para uma realidade melhor, que elas não viviam antes e, por isso, usa de todos os meios disponíveis para ajudar outros indivíduos. “Nos preocupamos muito com nosso papel social, o papel que o empresário tem perante a sociedade. A ParaOuvir tem como foco ajudar as pessoas, nós cuidamos de pessoas. Tudo que podemos fazer para ajudar, nós fazemos”, afirma Janaina.



Retire seu extensor

Local: Centro Comercial Gilberto Salomão, SHIS QI 5
Lago Sul, Brasília – DF. No bloco B, loja 16, próximo à ParaOuvir

Horário: Segunda a sexta-feira de 10h às 17h30

Para retirar o extensor é necessário levar ao menos uma unidade de produto e limpeza e/ou higiene como sabonete líquido, álcool gel, detergente, etc.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade