fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

TJDFT manda GDF mudar forma de divulgação sobre leitos na capital

A partir de agora, governo não deve mais computar os leitos previstos, mas ainda não ativados ou não operantes, no cálculo da taxa de ocupação

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A partir de agora, o Governo do Distrito Federal (GDF) terá de mudar, em parte, a forma de divulgar os dados sobre leitos na capital. O Tribunal de Justiça (TJDFT) determinou que o GDF não deve mais computar os leitos previstos como leitos disponíveis ao falar da taxa de ocupação.

Desta forma, o GDF deve usar como base apenas os leitos que estão, de fato, disponíveis. Estes dados são divulgados na Sala de Situação do governo. 

O juiz Lizandro Garcia Gomes Filho, da 1ª Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal, determinou ainda que o governo use apenas os relatórios diários elaborados pela Central de Regulação de Internação Hospitalar.

A decisão vem após o site G1 informar que o GDF estava divulgando os dados sobre leitos com discrepâncias. Por vezes, a taxa de leitos disponíveis contava com leitos que não estavam prontos para uso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A decisão ordena que o GDF divulgue, na lista de espera de pacientes pra leitos de UTI, quantos pacientes têm confirmação ou suspeita de infecção pelo novo coronavírus.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade