fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Sete parquinhos de diversão são instalados no Zoológico de Brasília

Estruturas são de madeira plástica reciclada e substituem brinquedos instalados há mais de 30 anos

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Todos os meses, cerca de 20 mil crianças exploram as aventuras da Fundação Jardim Zoológico de Brasília e, em breve, elas terão ainda mais possibilidades. Nesta semana, o órgão assinou o contrato para aquisição de sete parques infantis. O investimento é de R$ 209 mil pelas estruturas de madeira plástica reciclável que ficarão espalhadas pelo espaço e ainda servirão de palco para educação ambiental de meninos e meninas.

Com recursos de emendas parlamentares destinadas pelo deputado distrital Robério Negreiros, o contrato foi fechado com valor 21% abaixo do estimado inicialmente no pregão eletrônico para a instalação dos pontos de brincadeira. “Essa contratação vem atender uma demanda antiga do público”, revela o assessor da Superintendência de Educação e Uso Público do Zoo, Roger Conrado Lopes.

O tatu-bola, apelidado de Juca, será o símbolo referencial do parque maior, com localização privilegiada: próximo ao serpentário, lanchonete e administração do espaço – trecho de grande fluxo de pessoas. Nesse ponto serão 11 torres e oito escorregadores. Com cerca de 150 metros quadrados, é apontado como um dos maiores playgrounds públicos do DF. Os outros seis, de porte menor, terão escada, corredor, tobogã e torre, e ficarão espalhados pelo Zoo.

Mais uma alternativa de entretenimento para meninos e meninas que visitem o local, a previsão é que os parquinhos sejam usados para eventos educacionais para conservação da biodiversidade brasileira. “Só se consegue proteger o que a gente conhece e a melhor maneira de aprender é brincando”, aponta o assessor Roger Conrado Lopes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com ele, os brinquedos infantis são antigos, alguns instalados 30 anos atrás, com materiais que já não são considerados adequados. “Vamos conseguir fazer a troca de equipamentos e instalar outros três. Encontramos material adequado com preço relativamente bom e os novos parquinhos serão de madeira plástica reciclada, que tem alta durabilidade e está alinhada com procedimentos de administração pública que busca sustentabilidade nas aquisições”, observa.

Quem recebeu a notícia com empolgação foi a pequena Olívia, de 5 anos. A mãe, Natália Martins, 29 anos, conta que o zoológico é um dos lugares preferidos da filha. “É bom saber que estão investindo em melhorar aquele espaço para que as crianças se interessem ainda mais. Realmente, os parquinhos precisavam de algum tipo de manutenção, mas é muito melhor ter novos”, afirma a servidora pública moradora do Guará.

Agora, o Zoo vai fazer as adaptações necessárias para receber as instalações, com mão de obra própria. Conforme o contrato, a empresa tem 60 dias para entregar todos os parques infantis prontos.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade