fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Sesc da 504 Sul recebe apenas 140 testes de covid-19

A unidade do Plano Piloto e a de Taguatinga tiveram de ser fechadas para evitar aglomerações, afirma diretor do Serviço, Marco Túlio Caparro

Pedro Marra

Publicado

em

Foto: Pedro Marra/ Jornal de Brasília
PUBLICIDADE

O Serviço Social do Comércio (Sesc) recebeu apenas 140 testes rápidos do novo coronavírus na unidade da 504 Sul. Segundo seguranças do local, cerca de 500 pessoas procuraram as testagens de 7h às 15h, mas não fizeram os testes porque o Governo do Distrito Federal (GDF) não havia disponibilizado o material para hoje. O que nega o diretor de unidades do Serviço, Marco Túlio Caparro.

“A informação que tenho é que até as 15:15 só tinham chegado 140 testes. Todos chegaram na 504 Sul. Tinha gente esperando na fila todos os 140 disponibilizados. Para evitar filas e aglomerações, fechamos a [unidade da] 504 Sul e Taguaparque, e desmobilizamos as equipes nesta hora”, afirma Caparro.

Ao Jornal de Brasília, fontes informaram que duas pessoas estiveram no Sesc da 504 sul desde 9 h e até o início da tarde não conseguiram realizar nenhum teste, ou saber se se terá material. “Quem consegue, chegou às 5h da manhã, sem saber horário de chegada dos testes, mas pelo menos consegue ser atendido quando finalmente chegam os testes, sempre em quantidade insuficiente para todos que estão na fila”, diz a informante.

O GDF é o responsável por disponibilizar os testes para as unidades do Sesc. Segundo a Secretaria de Saúde (SES-DF), foram distribuídos 9 mil testes até o momento. “A parceria entre GDF e Fecomércio é no sentido de repasse dos testes, o que tem acontecido desde a semana passada”, diz a nota.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A pasta explica ainda que “os postos de testagem drive thru, itinerantes e as unidades básicas de saúde (UBS) estão à disposição de toda a população do DF para realizar os testes rápidos”.

“A SES tem conhecimento da importância de testagem em massa e desde o dia 21/04/2020 está se empenhando para que a população do DF seja testada de maneira responsável, rápida e na maior quantidade possível”, completa.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade