fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Servidores do GDF iniciam teletrabalho nesta segunda (23)

Saúde, segurança, vigilância sanitária, comunicação, fiscalização e assistência social ficam de fora da decisão por serem considerados serviços essenciais

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Visando conter o avanço do novo coronavírus na capital do país, o GDF adotou o teletrabalho nos órgãos da administração pública direta, indireta, autárquica e fundacional. Os servidores começam a trabalhar de casa a partir desta segunda-feira (23).

A medida é válida para todos os servidores, exceto os das áreas de saúde, segurança, vigilância sanitária, comunicação, fiscalização e assistência social — nestas, é inviável instalar o teletrabalho. As atividades incompatíveis com o teletrabalho, e que não forem consideradas essenciais, ficam suspensas. 

As reuniões dos conselhos de administração e dos conselhos fiscais, bem como dos demais colegiados da administração pública direta e indireta, deverão ser realizadas de forma virtual — por videoconferência, por exemplo.

Antes da decisão, os servidores estavam em ponto facultativo, que acabou nesta segunda (23). O decreto afirma que a medida é necessária para que a administração pública do DF continue funcionando sem contrariar recomendações dos órgãos de saúde competentes.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade