fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Sabin entre as 10 melhores empresas

A empresa é brasiliense, foi fundada pelas sócias Janete Vaz e Sandra Soares Costa há 36 anos. Atualmente atua em 49 cidades e 12 estados

Vítor Mendonça

Publicado

em

Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Pela 14ª vez consecutiva, o Grupo Sabin Medicina Diagnóstica está na lista das 10 Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil. Neste ano, a empresa laboratorial conquistou o 7º lugar na categoria Grande Porte. A pesquisa é feita pelo Instituto Great Place To Work (GPTW) todos os anos, e, desde 2003 a companhia está dentro do ranking. São analisados na pesquisa a credibilidade, o respeito, a imparcialidade, o orgulho e a camaradagem da empresa pela perspectiva dos funcionários.

A porta-voz da companhia, Marly Vidal, diretora administrativa e de pessoas do Sabin, afirmou ao Jornal de Brasília que atingir a colocação entre os 10 primeiros do ranking é “motivo de grande orgulho e gratidão”. A empresa é brasiliense e foi fundada pelas sócias Janete Vaz e Sandra Soares Costa há 36 anos. Atualmente, o laboratório atua em 53 cidades e 12 estados do Brasil, com o total de 296 unidades de atendimento.

“Essa posição reflete o quanto temos um time engajado e comprometido com o nosso propósito de cuidar de pessoas. Uma empresa de saúde, em meio a pandemia, manter-se nesse ranking, chancela nosso modelo de gestão e reforça nossa visão de manter as pessoas no centro da estratégia”, afirmou Marly. “Prezamos por um ambiente saudável, pelo equilíbrio da vida pessoal e profissional e pelo desenvolvimento, para que todos possam evoluir constantemente e buscar o seu melhor.”

Desafios da pandemia

Ainda de acordo com a diretora administrativa do Sabin, o momento da pandemia foi um dos mais difíceis para se lidar estrategicamente e manter o time de funcionários engajado. No entanto, apesar das dificuldades, foi também o período mais propício para fortalecer ainda mais o senso de trabalho em equipe e de resiliência, com “muitas adaptações, mas também reflexão e superação”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Nossas unidades foram adaptadas com novos processos e equipamentos para garantir maior segurança e eficiência no atendimento. Também implantamos medidas preventivas para proteger e conscientizar a todos, em especial colaboradores que estão na linha de frente. Nesse período adotamos protocolos de saúde que foram fundamentais para a proteção e segurança dos nossos profissionais”, destacou Marly.

A empresa foi uma das primeiras a oferecer o teste para o novo coronavírus com a metodologia RT-PCR – recomendado quando o vírus está em desenvolvimento inicial na pessoa contaminada – e, posteriormente, com exames de sorologia IgG e IgM, que detecta a presença de anticorpos combatentes ao vírus – normalmente presentes a partir da segunda semana do início dos sintomas para a doença.

“Para maior segurança e comodidade dos clientes, fomos pioneiros na inauguração de drive-thrus para a coleta do exame de covid-19. Centralizamos o atendimento de pacientes com sintomas da doença em unidades estrategicamente localizadas e destinamos uma equipe especializada para realizar o teste em domicílio”, complementou a porta-voz do laboratório.

Aprendizados e expectativas

A mentalidade na gestão da empresa foi um dos diferenciais para que o Sabin permanecesse por 17 anos no ranking das melhores empresas para se trabalhar no Brasil. De acordo com Marly, um dos aprendizados mais importantes do laboratório foi entender que “o crescimento só existe quando há compartilhamento de valores e propósito”. “Acreditamos nas pessoas e no seu potencial, contratamos o sorriso e ensinamos a técnica”, disse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A expectativa é que o grupo continue a oferecer serviços de saúde com excelência, buscando inovar a cada oportunidade. “Nossa atuação sempre será voltada para as pessoas, queremos que elas trabalhem em um ambiente que faz bem, que seja estimulante e saudável, para isso, fortalecemos sempre a escuta ativa, e a construção conjunta de melhorias e reconhecimento contínuo”, explicou.

“Estar no ranking para nós é o reconhecimento desse propósito, a consequência de um trabalho sério pautado especialmente nos nossos valores de respeito a vida e simplicidade. Com uma posição ou não, continuaremos nessa missão”, finalizou a diretora administrativa e de pessoas do Sabin.

Sobre o ranking

O processo durante a participação do ranking do Instituto Great Place To Work foi estabelecido em quatro etapas: certificação pela GPTW, documentação do perfil da empresa (pequeno, médio ou grande porte), avaliação das práticas culturais e, por fim, a premiação. No Brasil são mais de 40 rankings, com segmentação de prêmios nos âmbitos nacional, regional, de setor de atuação e com temática específica, como o Melhores Empresas para Mulheres.

Aquelas premiadas no ranking nacional também serão avaliadas para o ranking da América Latina, podendo se classificar nas categorias Multinacionais, Grandes Empresas Nacionais ou Pequenas e Médias Empresas Nacionais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade