Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Reajuste:agora é com o Planalto

Os policiais e bombeiros militares esperam uma equiparação aos salários dos policiais civis, que deverão receber uma recomposição de 37%

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
redacao@grupojbr.com

Nesta quarta-feira (20) mais um capítulo do reajuste das forças de segurança pública do DF chegará ao fim. É o que prevê o governador, Ibaneis Rocha, que ainda faz contas para apresentar aos policiais e bombeiros militares o tão sonhado aumento no soldo.

No Palácio do Buriti governador quer apresentar a proposta e em seguida, encaminhará o estudo ao presidente Jair Bolsonaro, a quem cabe enviar um projeto de lei ou medida provisória ao Congresso, para a autorização dos gastos.

Os policiais e bombeiros militares esperam uma equiparação aos salários dos policiais civis, que deverão receber uma recomposição de 37%. O índice representa a paridade com os contracheques da Polícia Federal (PF).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Até os aumentos saírem do papel, haverá ainda um caminho que depende do Palácio do Planalto e do Congresso.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade