fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Queda nas vendas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Cálculos da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo mostram que os dez segmentos que compõem o varejo ampliado tiveram uma perda de R$ 7,4 bilhões no mês de maio, em decorrência dos 11 dias de paralisações provocadas pela greve dos caminhoneiros. Esse valor corresponde à queda de 4,9% nas vendas do varejo ampliado, em relação ao mês anterior. “Essa foi a primeira queda do ano e o pior resultado para meses de maio em mais de 15 anos de levantamentos da série com ajustes sazonais”, informou o chefe da Divisão Econômica da CNC, Fabio Bentes. Diante desse resultado, a Confederação revisou a sua expectativa de avanço do varejo ampliado em 2018 de +5,0% para +4,8%.

Salve Deus!
Na semana passada noticiamos na coluna o aniversário do ex-diretor da Câmara dos Deputados e que muito contribuiu para a mudança da capital para Brasília, o ex-ministro Luciano Brandão Alves de Souza. Na quarta-feira ele se deitou para dormir e não acordou. Subiu para o Reino dos Céus. Esse é o destino de todos nós! Na sessão de ontem da ABL, o imortal Marcos Vilaça fez o elogio fúnebre ao grande brasileiro Luciano Brandão. Pronunciamento com honra e muito lamento.

Unidade Nacional
Na tristeza e na alegria, França encontra sua unidade nacional. Depois da vitória contra a Bélgica uma vaga de patriotismo tomou conta do país, uma comunhão vista só em grandes eventos (trágicos, como atentados ou felizes, Copa 1998). A seleção azul, representando várias camadas da população, virou um símbolo republicano. Allez les Bleus, isso faz bem!

Audiência
Diferente do Brasil que para durante a Copa, na França, a cada jogo os canais de televisão contam a audiência. Foi preciso esperar a semifinal para que o primeiro canal francês batesse o recorde de 19 milhões de telespectadores antenados e torcendo para os Bleus (70% da audiência). O país tem uma população de 67 milhões.

Gosto de vitória
A Festa do 14 de julho (Queda da Bastilha) será prolongada até domingo para comemorar a terceira final de Copa do Mundo da equipe francesa. Esta festa terá um gostinho especial: os franceses comemoram 20 anos que Didier Deschamps (hoje técnico) levantou a Taça como capitão dos Bleus.


Leia também
Publicidade