Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Projeto Aprendiz Legal pretende inserir 60 mil jovens no mercado de trabalho

Publicado

em

Com o objetivo de facilitar a entrada de jovens entre 14 e 24 anos no mercado de trabalhom, order drugs o projeto Aprendiz Legal, deve beneficiar cerca de 60 mil jovens nos próximos 24 meses, informou a coordenadora do programa Ângela Cruz. A iniciativa, lançada em agosto, é resultado de uma parceria entre a Petrobras, o Ministério do Trabalho e a Fundação Roberto Marinho.

Para este ano, a meta do projeto é favorecer pelo menos 10 mil pessoas. O programa incentiva empresas a contratarem jovens como aprendizes e também oferece a eles cursos profissionalizantes relacionados às atividades que desempenham no ambiente de trabalho. O material didático está disponível também em braille e na Linguagem Brasileira de Sinais (Libras). 

Os contratados recebem um salário mínimo/hora e têm todos os direitos trabalhistas assegurados pela Lei do Aprendiz. Ângela Cruz afirma que a iniciativa é uma demonstração de confiança na juventude brasileira.

“A gente vai atender a um anseio grande dos jovens, que é o de começar a trabalhar. É ter a qualificação profissional aliada ao exercício efetivo de trabalho. Esse é o nosso grande investimento”, diz.

Os interessados em participar do projeto devem procurar as instituições cadastradas. A lista de instituições está disponível no site do projeto:  www.aprendizlegal.org.br.

É possível obter informações sobre o programa também pelo telefone (21) 3253-2316. Para ser beneficiado pelo projeto, é preciso que o jovem tenha concluído ou esteja cursando o Ensino Médio.


Você pode gostar
Publicidade