Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Primeiro bebê de 2007 a nascer no DF é de Ceilândia

Publicado

em

Publicidade

Brasília se prepara para a posse presidencial, pill hospital marcada para a tarde de segunda-feira (1º). Neste sábado foi realizado um ensaio do trajeto que o presidente Luiz Inácio Lula e o vice José Alencar percorrerão. Eles devem sair em carro aberto da Catedral de Brasília com direção ao Congresso Nacional por volta das 15h30.

O presidente Lula e a primeira-dama, drug Marisa Letícia, seguem em um automóvel Rolls Royce, enquanto o vice e sua esposa, Mariza Gomes, virão em um Ford 29, alugado para ocasião. A chegada ao Congresso está marcada para as 16 horas.

No local, Lula será recebido pelos presidentes da Câmara, Aldo Rebelo (PcdoB-SP), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). No plenário da Câmara, será lido o Termo de Posse. Na ocasião, está previsto um discurso do presidente. A cerimônia deve durar cerca de uma hora e meia. Depois, segundo o roteiro, Lula seguirá para o Palácio do Planalto, de onde sairá já com a faixa presidencial e subirá a rampa do local seguindo para o parlatório onde fará um pronunciamento.

Para a posse, estão sendo feitos diversos preparativos. Na Praça dos Três Poderes, onde estão localizados o Palácio do Planalto, o Supremo Tribunal Federal e o Congresso, foi armado um palco para apresentação de artistas, além de área para convidados do presidente.

De acordo com o assessor especial da Presidência da República César Alvarez, 1.800 convites foram enviados. Além de autoridades, já confirmaram presença diversos representantes de movimentos sociais, como União Nacional dos Estudantes (UNE), Movimento de Luta pela Moradia, Projeto de Assentamento do Rio São Francisco, Movimento dos Pescadores e Federação Nacional das Domésticas.

Está confirmada a presença de 13 governadores: Alcides Rodrigues (PP), de Goiás; Ana Júlia Carepa (PT), do Pará; Binho Marques (PT), do Acre; Blairo Maggi (PPS), do Mato Grosso; Cid Gomes (PSB), do Ceará; Jaques Wagner (PT), da Bahia; José Roberto Arruda (PFL), do Distrito Federal; Marcelo Miranda (PSDB), do Tocantins; Roberto Requião (PMDB), do Paraná; Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro, Waldez Góes (PDT), do Amapá; Wellington Dias (PT), do Piauí; e Yeda Crusius (PSDB), do Rio Grande do Sul.
Por volta das 18 horas de hoje o presidente Luiz Inácio Lula da Silva recebe a visita do chanceler italiano, cost Massimo D´Alema. O Ministro de Negócios Exteriores da Itália visita a América Latina desde o dia 26, quando esteve no Chile com a presidente Michelle Bachelet.

No Brasil, D´Alema deverá participar da cerimônia de posse para, no dia 3 de janeiro, seguir para Lima, no Peru, encontrar-se com o presidente Alan García. Ele volta ao Brasil no dia 5 para um encontro, na Bahia, com o governador Jacques Wagner.

A agenda oficial do presidente Lula para a véspera da posse não tem outros compromissos. Segundo o planalto, ele passa o dia descansando no Palácio da Alvorada.
A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) alerta para a continuidade de chuvas fortes hoje e amanhã na região oeste de Minas Gerais, find no Triângulo Mineiro, sudeste do Mato Grosso, Goiás e Mato Grosso do Sul. Até esta segunda-feira, a chuva também deverá atingir o Paraná e São Paulo.

Segundo a secretaria, nestes dois estados e em Tocantins, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso as pancadas de chuva são típicas de verão e acontecem principalmente à tarde e à noite.

No Espírito Santo, Rio de Janeiro, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Goiás, Minas Gerais, no sul do Tocantins, oeste e norte do Paraná, centro, norte e oeste de São Paulo a chuva poderá vir acompanhada de descargas elétricas e de rajadas de vento de até 60 quilômetros por hora.

Por isso, a Sedec pede que a população evite áreas de alagamento e locais com pouca ou nenhuma proteção contra raios e ventos fortes. A secertaria também alerta para o risco de deslizamento de encostas, morros e barreiras.

As informações têm como base o Centro de Previsão de Tempo (Cptec) e do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no que se refere aos estados de São Paulo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás e Minas Gerais. No Paraná, as informações são do Inmet. Em Rondônia e Tocantins, do Cptec.
O Observatório Nacional comemora 180 anos de existência em 2007. Fundado por D. Pedro I, pills cinco anos após a Independência do Brasil, viagra 60mg  é o órgão responsável pela hora oficial do país e o mais antigo observatório em funcionamento do hemisfério Sul.

Para garantir o bom funcionamento dos equipamentos, os relógios de césio 133, que garantem a precisão da contagem do tempo, ganharam há menos de um mês um novo prédio, mais amplo e seguro.

A construção que abrigava as máquinas até meados de novembro foi erguida em 1917 e apresenta desgaste nas estruturas. O novo prédio, construído em 2003, tem instalações mais modernas, climatização permanente, acesso restrito e iluminação adequada.

De acordo com o chefe da divisão do serviço de hora da instituição, Ricardo José de Carvalho, a hora oficial é obtida por meio da média do conjunto de relógios que usam a freqüência do Césio 133.

“Esse átomo, quando estimulado, gera uma freqüência muito estável. Para se ter uma idéia, com este elemento seriam necessários pelo menos 1,5 mil anos para se adiantar ou atrasar um segundo", conta. "Os relógios mantidos em funcionamento são comparados continuamente. Essa comparação gera um número que é processado através de um algoritmo e produz o relógio médio. Esse relógio é materializado e atualmente serve de base para a hora legal brasileira, que é mantida e rastreada pelo Bureau Internacional de Pesos e Medidas, com sede na França”.

Carvalho disse, ainda, que cada relógio custa em média R$ 150 mil. O tubo de césio, que é a base de todo o funcionamento, pode ser adquirido por mais de R$ 50 mil e precisa ser substituído a cada cinco anos.

O Observatório Nacional oferece o serviço de sincronia de tempo que pode ser acessado pela internet, no endereço: http://pcsh01.on.br e ainda o serviço de hora falada, disponibilizada pelo telefone (21) 2580-6037.

O governador da Califórnia, cialis 40mg Arnold Schwarzenegger, approved que passou por uma cirurgia nesta semana devido a uma fratura na perna em um acidente durante prática de esqui, rx recebeu alta do hospital no sábado, disse seu gabinete.

O governador, que nasceu na Áustria, passou por uma operação de 90 minutos na terça-feira para reparar o fêmur quebrado da coxa direita após o acidente em Idaho, dois dias antes do Natal. “O governador está com uma saúde excelente e tem andado com muletas nos últimos quatro dias”, disse o cirurgião ortopédico de Schwarzenegger, Kevin Ehrhart, em comunicado.

“Fraturas como essas normalmente levam oito semanas para cicatrizar completamente”. Schwarzenegger, que foi reeleito em novembro, deve ser empossado em Sacramento na sexta-feira, e na semana seguinte fará seu discurso e apresentará sua proposta de orçamento para o novo ano fiscal.

“Também estou ansioso pela minha posse para o segundo mandato como governador de vocês – mesmo que isso signifique que eu tenha que entrar na cerimônia com muletas”, disse Schwarzenegger nesta semana.

 

A cidade de Sydney, viagra na Austrália, order foi iluminada por um show pirotécnico na virada para 2007. Marcos arquitetônicos da cidade também receberam iluminação especial. Os organizadores do Réveillon divulgaram que foram utilizados mais de 3 mil quilos de fogos de artifício durante as comemorações.

A festa também marca o início das comemorações do aniversário de 75 anos da Ponte Harbour, um dos principais cartões postais de Sidney.

Pelo menos 81 repórteres foram mortos em 2006, health o maior número em mais de uma década, e o Iraque foi mais uma vez o lugar mais perigoso para jornalistas, disse a organização Repórteres Sem Fronteiras (RSF) neste domingo.

Em seu relatório anual, a RSF disse que 32 assistentes de mídia também foram mortos neste ano, pelo menos 871 repórteres presos e ao menos 1.472 ataques ou ameaças contra a imprensa foram registrados em todo o mundo – um novo recorde.

A RSF disse que este foi o pior ano para jornalistas desde 1994, quando 103 repórteres morreram como resultado direto de seu trabalho, quase a metade deles durante o genocídio em Ruanda. Em 2005, 63 repórteres também foram mortos contra 53 em 2004 e 40 em 2003.

Pelo quarto ano seguido, o Iraque fez o maior número de vítimas, com 39 jornalistas mortos lá contra 24 em 2005. Cerca de 25 assistentes também morreram no Iraque em 2006. "Desde o começo da guerra (em 2003), 139 jornalistas foram mortos no Iraque, mais do que o dobro do número de jornalistas mortos durante os 20 anos da guerra do Vietnã", disse a organização, cujos escritórios ficam em Paris. 

"Em quase 90% dos casos, as vítimas foram jornalistas iraquianos. As investigação são extremamente raras ou nunca acontecem", disse o relatório. Em outro relatório separado do Comitê para Proteger Jornalistas, dos EUA, neste mês que 55 jornalistas foram mortos como resultado de seu trabalho durante 2006, contra 47 em 2005. Segundo o relatório, outras 27 mortes poderiam estar relacionadas ao trabalho.

Organizações de imprensa pro duzem números diferentes sobre as mortes parcialmente porque usam critérios diferentes para classificar repórteres.

Um dia depois de o premiê espanhol José Luis Rodríguez Zapatero suspender o diálogo com o grupo separatista basco ETA, ailment por causa do atentado perpetrado no aeroporto de Barajas, patient dirigentes políticos e meios de comunicação não dão por concluído o processo de paz.

"Não vamos dar por encerrado o processo de paz nem o diálogo político para encontrar soluções (…) Porque não se pode admitir que a esperança de paz se desmorone", hospital disse o governador basco Juan Jos é Ibarratxe, em sua mensagem habitual de fim de ano.

O Batasuna, considerado o braço político do ETA, também insistiu que o processo não foi encerrado, apontando que as declarações de Zapatero de ontem foram cuidadosas. "Ele nunca falou em romper. O processo não está absolutamente encerrado", disse Karmelo Landa, membro destacado do Batasuna.

Em uma manifestação, o presidente da Associação de Vítimas do Terrorismo, Francisco Alcaraz, mostrou sua indignação porque o chefe do governo "não teve a coragem de romper o processo e se limitou a suspender o diálogo". Durante o protesto, foram ouvidos gritos constantes de "Zapatero, demissão".

As manchetes da primeira p ágina de alguns jornais espanhóis também destacaram a diferença entre "suspender" e "romper". O presidente Zapatero disse que suspendia o diálogo porque não se davam as condições básicas da resolução parlamentar que autorizou, em junho, as negociações com o grupo armado. Ele afirmou que o atentado de Barajas havia sido um dos atos mais "equivocados e inúteis" do ETA.

Zapatero declarou que n ão haverá nenhuma iniciativa de diálogo com a organização enquanto não for cumprida a condição de "vontade inequívoca de abandono da violência por parte do ETA".

 

A paz mundial só poderá ser atingida se os direitos humanos individuais forem respeitados, abortion disse o papa Bento XVI em seu primeiro pronunciamento público do ano, buy more about destacando que não pode haver desculpas para tratar pessoas como "objetos".

Dois dias depois do enforcamento do ex-ditador Saddam Hussein, o que o Vaticano condenou como "trágico", o papa disse que os direitos humanos devem ser colocados no centro da luta mundial para colocar fim às guerras.

"Uma vez que cada indivíduo humano, sem distinção de raça, cultura ou religião, foi criado à imagem e semelhança de Deus, ele possui a mesma dignidade pessoal", afirmou Bento XVI , em um sermão na basílica de São Pedro.

"Por isso deve ser respeitado. Por nenhuma razão se justifica fazer com ele o que se quer, como se se tratasse de um objeto", disse.

Citando uma mensagem que divulgou em dezembro para marcar o Dia Mundial da Paz do Catolicismo, celebrado no dia 1º de janeiro, o papa disse: "Respeitando as pessoas, a paz é promovida" e pediu que os países trabalhem por um mundo em que "os direitos humanos sejam respeitados por todos".

Marcando seu segundo ano-novo desde a sucessão de João Paulo 2º, o pontífice de 79 anos utilizou seu sermão sobre a paz mundial para se referir ao Oriente Médio. "Como podemos deixar de dirigir nossas atenções, uma vez mais, para a situação terrível justamente na terra em que Jesus nasceu? Como podemos deixar de implorar, por meio de oração persistente, que o dia da paz também chegue àquela região o mais breve possível?".

Pelo menos 200 pessoas sobreviveram ao naufrágio de uma balsa na Indonésia, viagra disse hoje o Ministério da Saúde, diagnosis mas mais de 400 pessoas ainda não foram localizadas.

Apesar de o número de mortes confirmadas estar na casa de um dígito, information pills autoridades disseram que corpos de vítimas do desastre ocorrido na noite de sexta-feira espalharam-se por quilômetros e chegaram a praias da costa de Java. A mídia local disse que foram encontrados pelo menos 60.

Um sobrevivente disse que ficou cercado por corpos flutuando depois do desastre e que muitos podem ter afundado com o barco. Em um hospital em Rembang, em Java Central, o membro da equipe médica Agung Subiarto disse: "Preparamos 100 sacos para corpos para antecipar a possibilidade de (receber) corpos". Ele disse que espera possivelmente 50 corpos nesta segunda-feira.

De acordo com informações oficiais, a balsa Senopati Nusantara transportava 628 pessoas, incluindo 57 tripulantes. O número de sobreviventes é de pelo menos 200, segundo Rustam Pakaya, chefe do centro de crise do ministério da Saúde.

Ele disse, via mensagem de texto, que 130 sobreviventes estão na cida de de Tuban, em Java Leste, e 70 estão em Rembang, em Java Central. Estes números podem subir já que as autoridades afirmam que alguns sobreviventes podem ter sido resgatados por barcos navegando na direção de diversos portos e que foram avistados botes com gente que ainda não foram contatados.

Budiantoro, autoridade do serviço de resgate que está coordenando os pescadores na busca pela costa, disse que trazer os sobreviventes para a terra é mais importante do que recuperar corpos.

"Há um relato de que (os pescadores) encontraram 53 corpos… mas eles priorizam a ajuda aos sobreviventes, então deixaram os corpos onde estavam", disse ele.

Toni Syaiful, porta-voz da frota leste da Marinha, disse: "Estamos tendo problemas porque as vítimas estão espalhadas pelas praias de Jepara, de Rembang a Tuban. Esta área envolve cerca de 175 quilômetros.

Trinta e cinco sobreviventes resgatados por barcos de pesca chegaram à Tuban, em Java Leste, no início desta segunda-feira. Barcos e balsas são meios de transporte populares entre as 17 mil ilhas da Indonésia, onde as conexões por mar são mais baratas do que as rotas aéreas. Mas os padrões de segurança nem sempre são verificados, e os acidentes são freqüentes.

O público que participou da festa da virada do ano nas areia de Copacabana, medical na noite de domingo, information pills viu a tradicional queima de fogos sob uma chuva fina.

Mais de 1 milhão de pessoas foram se despedir de 2006 na praia de Copacabana, buy more about segundo estimativas da Polícia Militar. Os organizadores esperavam a presença de 2 milhões de pessoas na festa do réveillon.

O público, que lotou a areia, o calçadão e as pistas da Avenida Atlântica, viu a queima de 24 toneladas de fogos, instalados em oito balsas. Depois das queima de fogos, cerca de 1,5 milhão de pessoas, segundo a Polícia Militar, assistiram nas areias da praia de Ipanema aos shows do Black Eyed Peas e Infected Mushroom.

Apesar dos temores de uma nova onda de ataques do crime organizado a alvos policiais e civis, como a registrada na madrugada de quinta-feira que matou 18 pessoas, não houve registros de incidentes graves.

O contato por meio de rádio com um avião da Adam Air, remedy com 96 passageiros e seis tripulantes a bordo, information pills foi interrompido hoje na Indonésia, informou uma autoridade do Ministério dos Transportes a uma emissora de rádio.

Milhões de búlgaros e romenos amanheceram nesta segunda-feira como cidadãos da União Européia, see depois de uma noite com fogos de artifício e festa nas ruas comemorando a entrada dos países no bloco.

Considerados muito afastados politicamente e economicamente dos demais membros da UE, viagra 40mg os vizinhos do Mar Negro entraram para o grupo no que analistas dizem ter sido a última chance nesta década.

A adesão dos países pobres e ex-comunistas eleva para 27 o número de membros da UE. Quase metade é do ex-bloco do leste afastado do Ocidente pela Cortina de Ferro até 1989.

"Hoje, um sonho foi realizado, um sonho de gerações de búlgaros que sempre quiseram viver com os povos europeus livres em paz e prosperidade", disse o primeiro-ministro da Bulgária, Sergei Stanishev, em um show ao ar livre em Sofia.

As novas fronteiras da UE vão agora do Atlântico ao Báltico no oeste e no norte e até o Mar Negro no sudeste. A Romênia e a Bulgária vão aumentar a população da UE em 30 milhões de pessoas, para 490 milhões, mas acrescentam apenas 1% na produção econômica.

A adesão provocou debate sobre as fronteiras da UE. Alguns países temem que mais expansão traga ondas de imigração e crime que podem tirar empregos e gerar instabilidade.

Outros candidatos à UE, como Turquia e países dos Bálcãs, enfrentam agora a perspectiva de uma longa espera. Na França, o presidente Jacques Chirac elogiou as novas adesões, dizendo que são um passo na reconciliação da Europa.

"Sofia e Bucareste são mais uma vez capitais européias", afirmou, segundo texto de um discurso divulgado por seu gabinete. "Estamos em casa", foi a manchete do jornal Trud, da Bulgária, na edição especial de Ano Novo.

Os dois países esperam ansiosos para receber US$ 52,75 bilhões em ajuda de desenvolvimento da UE. Mas o bloco já criticou os novos membros por não combaterem a corrupção, principalmente a Bulgária, e o crime organizado que controla grande parte da economia.

Búlgaros e romenos esperam que a nova condição de membros da UE acabe com os preconceitos e com o isolamento que sentiam antes. "Quando eu ia para outros países, todo garçom, todo vendedor levantava o nariz quando ouvia que sou da Romênia", disse o vendedor Sergiu Radu, de 27 anos. "Espero que isso termine com essa vergonha e frustração".

O menino Pedro Eduardo Estevão Celestino, here de apenas um ano, que estava nos braços da mãe Elisângela Estevão da Silva, 21 anos, foi atingido com um tiro na cabeça, por volta das 20h45 de ontem.

Criança e mãe estavam nas proximidades da Chácara 99, na Ceilândia. A criança foi socorrida ao Hospital Regional de Ceilândia e posteriormente foi removida ao Hospital de Base. Policiais da 19ª DP investigam o crime. 

Paulo Roberto da Cunha Batista, look 26 anos, page e Cícero Cleiber Ferreira da Costa, 29 anos, foram presos em flagrante, por volta das 10h05 da manhã de ontem, no quilômetro 46 da BR-020, em Planaltina.

Eles usaram uma arma para roubar de Geovan de Almeira, 39 anos, um óculos de sol, uma jaqueta de couro, um telefone celular e um Corsa. Eles foram levados à carceragem do DPE. 

Riccelli Wesley Marques de Sousa, de 19 anos, foi preso em flagrante, por volta das 17h15 de ontem, na QN 14-B, em Riacho Fundo II, por manter em sua residência um tijolo de cocaína. Ele foi preso e está na carceragem do DPE.

Na quadra 43 do Setor Leste do Gama, Raulhei Fernandes Mangabeiro, 24 anos, que estava em liberdade condicional, foi preso em flagrante, por volta das 21h10 de ontem. Com ele foram encontradas porções de maconha e cocaína. O autor encontra-se recolhido na carceragem do DPE e um adolescente que estava em sua companhia foi encaminhado à DCA. 

 

Edna Moreira Ferreira foi atingida por um tiro nas costas durante uma tentativa de roubo ocorrida por volta das 2h20 de hoje, generic no Setor de Chácaras, viagra em Ceilândia. A vítima foi socorrida, mas chegou sem vida ao Hospital Regional de Ceilândia. Policiais da 19ª DP investigam o crime. 

No Pistão Sul de Taguatinga, Vírginia Carvalho Gonçalves Dias de Medeiros, 28 anos, foi atingida por um tiro em um dos braços. A bala alojou-se no abdome. A mulher foi vítima de uma tentativa de roubo ocorrida por volta da 0h30 de hoje, nas proximidades do BRB. Virgínia, mesmo ferida, conseguiu conduzir seu veículo ao Hospital Regional de Taguatinga, onde permanece internada. Policias da 21ªDP investigam o crime. 

 

 

Wellington Francisco de Brito, abortion 24 anos, buy more about foi atingido por vários tiros em várias partes do corpo, por volta das 2h35 de hoje. O crime ocorreu na Quadra 102, dos Recanto das Emas. A vítima morreu no local.

Em Sobradinho II, Alessandro Rodrigues Reis, 18 anos, foi atingido por um tiro nas costas durante um roubo ocorrido por volta das 23h05 de ontem, na Rua 21, Chácara 856. Os assaltantes conseguiram roubar uma caminhonete L 200 e duas televisões. A vítima foi levada ao Hospital de Sobradinho e policiais da 35ª DP investigam o paradeiro dos criminosos.

 

 

Após uma noite de chuva em Brasília, side effects a Esplanada dos Ministérios começa a receber público que acompanhará a cerimônia de posse do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, reeleito em novembro com 58,29 milhões de votos, o equivalente a 60,83% dos votos válidos. Ele será o segundo presidente reempossado democraticamente no Brasil. A cerimônia começa à tarde e segue até o início da noite com shows e eventos culturais.

Desde a manhã até o começo da tarde, o público começou a chegar no gramado da Esplanada dos Ministérios e na Praça dos Três Poderes. Os pequenos grupos já deixaram os guarda-chuvas e alguns cantam enquanto aguardam a cerimônia. O esquema de policiamento já está a postos na Catedral, onde Lula começa o desfile em carro aberto até o Congresso Nacional. Ambulantes também terminaram de montar suas barracas para vender comida para o público.

A cerimônia será bem menor que em 2003. A organização do evento deverá custar R$ 1 milhão. A posse será dividida em três atos. Como, por lei, é o legislativo quem empossa o executivo, a primeira cerimônia será no Congresso Nacional.

De lá, Lula segue para o Palácio do Planalto onde participa de cerimônia fechada somente para convidados. A festa popular será na esplanada, onde um palco foi montado para show de vários artistas, como Leci Brandão, Olodum, Geraldo Azevedo e Célia Porto.

Já que na virada de ano, tradicionalmente todo o mundo vira a noite acordado, a festa só começa à tarde, às 15h30. Em desfile de carro aberto, Lula e o vice-presidente José Alencar fazem o trajeto da Catedral de Brasília ao Congresso. presidente Lula e a primeira-dama, Marisa Letícia, seguem em um automóvel Rolls Royce, enquanto o vice e sua esposa, Mariza Gomes, virão em um Ford 29, alugado para ocasião. A chegada ao Congresso está marcada para as 16h.

Lula será recebido pelos presidentes da Câmara, Aldo Rebelo (PcdoB-SP), e do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). No plenário da Câmara, Lula vai discursa após a leitura do Termo de Posse e de prestar o compromisso constitucional. Às 17h30, Lula seguirá para o Palácio do Planalto, de onde sairá já com a faixa presidencial e subirá a rampa do local seguindo para o parlatório onde fará um pronunciamento.

Para a festa, 1,8 mil convites foram enviados. Está confirmada a presença de 13 governadores: Alcides Rodrigues (PP), de Goiás; Ana Júlia Carepa (PT), do Pará; Binho Marques (PT), do Acre; Blairo Maggi (PPS), do Mato Grosso; Cid Gomes (PSB), do Ceará; Jaques Wagner (PT), da Bahia; José Roberto Arruda (PFL), do Distrito Federal; Marcelo Miranda (PSDB), do Tocantins; Roberto Requião (PMDB), do Paraná; Sérgio Cabral (PMDB), do Rio de Janeiro, Waldez Góes (PDT), do Amapá; Wellington Dias (PT), do Piauí; e Yeda Crusius (PSDB), do Rio Grande do Sul.

Além de autoridades, também participam diversos representantes de movimentos sociais, como União Nacional dos Estudantes (UNE), Movimento de Luta pela Moradia, Projeto de Assentamento do Rio São Francisco, Movimento dos Pescadores e Federação Nacional das Domésticas.

 

Juvenal Francisco dos Santos, side effects 30 anos, doctor foi preso em flagrante, por volta das 18h05 de ontem, no Setor Oeste, Gama, após ter, em companhia de dois homens que conseguiram fugir, utilizado um facão para tentar roubar um relógio de pulso de um adolescente de 16 anos.

Juvenal encontra-se recolhido na carceragem do DPE e policias da 20ª DP investigam o paradeiro dos autores foragidos.

Por volta das 13h45 de ontem, Felipe dos Santos Gomes, 20 anos, foi atingido por dois tiros, um na perna direita e outro nas nádegas, nas proximidades do Lote 61, no Setor Oeste do Gama. A vítima foi levada ao Hospital Regional do Gama e policiais da 20ª DP investigam o crime. 

Ainda na tarde de ontem, Cacildo Batista dos Santos, 41 anos, foi baleado na cabeça, por volta das 16h30, na EQNP 1-5, em Ceilândia. A vítima morreu no local e policiais da 19ª DP investigam o crime.   

 

 

 

O governador do Rio de Janeiro, recipe Sérgio Cabral Filho (PMDB), disse no discurso de posse na Assembléia Legislativa que seu governo não vai se intimidar no combate ao crime organizado.

Cabral, de volta à Casa que presidiu como deputado, pediu um minuto de silêncio em respeito às vitimas da onda de violência que deixou 19 mortos na capital fluminense na semana passada e foi aplaudido de pé pelos convidados.

"Encaro o desafio com enorme humildade, mas com coragem. O nosso governo n ão vai se intimidar para garantir tranqüilidade e segurança ao povo do Estado do Rio de Janeiro", afirmou Cabral após assinar o termo de posse em solenidade na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro, no centro do Rio. "Esses facínoras, esses covardes terão a resposta de um governo sério que defende a ordem".

Cabral chegou ao local acompanhado da mulher e foi recebido pelo presidente da Assembléia, Jorge Picciani (PMDB). Estavam presentes mais de 600 convidados, entre eles o arcebispo do Rio, dom Eusébio Scheid.

Após a posse, ele seguiu para o Palácio Guanabara, em Laranjeiras, onde participa da cerimônia de transmissão de cargo por Rosinha Garotinho (PMDB). Cabral voltou a defender um governo de união com a administração federal.

"É fundamental para o Estado do Rio de Janeiro o bom relacionamento com o governo federal. Somos o Estado com mais universidades e hospitais federais e a maior contingência da Forças Armadas", disse.

À tarde, o governador viaja a Brasília para participar da cerimônia de posse do presidente reeleito Luiz Inácio Lula da Silva, em Brasília.

Vândalos atearam fogo a cerca de 400 carros durante a noite e a polícia francesa informou ter prendido mais de 250 pessoas, purchase em uma onda de violência que marcou as celebrações de ano-novo na França.

Um porta-voz da polícia, erectile no entanto, story disse que houve menos problemas do que em 2005, quando jovens atacaram trens na região de Paris e no sudeste do país. Em um esforço para manter a ordem, 25 mil policiais foram mobilizados em todo o país durante a noite, incluindo 4.500 em Paris, onde as autoridades proibiram shows pirotécnicos.

A polícia afirmou que, até as 6h (horário local), 258 pessoas haviam sido detidas no país inteiro, incluindo duas crianças de oito e 10 anos que incendiaram latas de lixo em Estrasburgo.

Três crianças com idade entre 10 e 12 anos foram detidas em um subúrbio de Paris, depois de serem flagradas carregando baldes de gasolina. Na capital, quase 400 mil pessoas passaram o ano-novo na Champs Elysées e ao pé da torre Eiffel, onde não foram registrados incidentes graves.

Incendiar carros tornou-se um evento comum na França durante as comemorações de ano-novo, especialmente nos subúrbios pobres de muitas cidades.

A filha mais velha de Saddam Hussein, viagra sale Raghd, salve apareceu de surpresa hoje em um protesto realizado por centenas de jordanianos simpatizantes do ex-presidente iraquiano.

Os manifestantes, pilule incluindo muçulmanos ortodoxos, políticos e ícones da oposição, reuniram-se em frente ao prédio em que está estabelecido um agrupamento de 14 associações profissionais, carregando imagens de Saddam e entoando lemas antiamericanos e pró-Saddam.

Raghd, que está exilada na Jordânia, permaneceu em silêncio durante a maior parte da rápida visita, mas usou um alto-falante para agradecer aos participantes pelo apoio antes de se retirar. "Quero agradecer a vocês por essa demonstração de apoio. Que Deus os proteja", afirmou.

Uma das faixas carregadas pelos manifestantes dizia: "Líder Saddam, o pai dos mártires". Saddam Hussein foi enforcado no sábado, condenado por crimes cometidos contra a humanidade.

Milhares de árabes condenaram a execução de Saddam, considerado um herói devido à severa política que estabeleceu em relação aos Estados Unidos e a Israel. No domingo, muitos palestinos organizaram um protesto no campo de refugiados de Baqaa, ao norte de Amã, após preces lamentando a morte de Saddam.

Na região Sul, na cidade de Karak, uma tenda erguida por defensores jordanianos de Saddam abrigou milhares de simpatizantes do ex-líder iraquiano, disseram organizadores.

Raghd e seus filhos obtiveram asilo do rei Abdullah em 2003 após ter fugido com a irmã para a Jordânia. Ela teve papel fundamental na organização da defesa legal de seu pai no julgamento por crimes contra a humanidade, e foi colocada na lista das 41 pessoas "mais procuradas" do Iraque.

No entanto, autoridades disseram que Raghd se comprometeu, por um pedido, a não utilizar a Jordânia como plataforma para fazer declarações políticas à mídia.

José Roberto Arruda (PFL/DF) tomou posse na manhã de hoje e já é o mais novo governador do Distrito Federal.

Em cerimônia na Câmara Legislativa, page após o Hino Nacional, visit Arruda jurou a constituição, dosage a Lei Orgânica do DF e prometeu honrar o cargo. O vice-governador Paulo Otávio (PFL/DF) tomou posse logo em seguida, fazendo o mesmo juramento.

Muito agradecido a Deus, Arruda iniciou seu discurso agradecendo ao senador Paulo Otávio (PFL/DF) e atual vice-governador do DF: “Meu companheiro desta jornada, meu amigo, que fez um dos gestos mais fortes da vida pública brasileira, ao deixar o Senado Federal para compartilhar comigo a responsabilidade de governar a capital do País. Muito obrigado”.

As palavras de Arruda reverenciaram a democracia e a “voz soberana do povo brasileiro”. “Quero homenagear, principalmente, a grande vencedora das eleições de outubro. Mais uma vez ela se submeteu a um grande teste. Enfrentou um momento difícil, marcado pelas justificadas decepções com a classe política. Mas ela venceu. Refiro-me à democracia brasileira”, disse em tom marcante o novo governador.

Arruda defendeu ainda a lei de responsabilidade fiscal e a lei que disciplina o uso do solo. “Temos de agir estritamente de forma ética, sem nenhum tipo de permissividade. Temos que trabalhar com respeito ao povo que nos elegeu, ao dinheiro público, à lei de responsabilidade fiscal e à lei que disciplina o uso do solo. Não podemos deixar que o uso indiscriminado do solo destrua a cidade construída por Juscelino Kubitschek”.

O novo governador pediu ainda o apoio dos deputados distritais que compartilham de suas idéias, sonhos e objetivos. Entretanto, pediu também as críticas e os reparos que a ele se opõem. "A partir de hoje começa para o Distrito Federal um tempo novo".

Em tom realista, Arruda afirmou que amanhã começa a contagem regressiva para o fim de seu governo. "Nossa administração começa a terminar amanhã (…). Temos pouco tempo e muita coisa para fazer. Muito trabalho pela frente. Sei que vamos ter que tomar medidas duras. Mas faremos isso, com o mesmo espírito do pai, que ajuda o filho a encontrar seu caminho".

Da Câmara Legislativa, Arruda segue para o Palácio do Buriti, onde recebe a faixa da agora ex-governadora Maria de Lourdes Abadia (PSDB/DF).

Afastados pela chuva leve na capital federal e pela falta de transporte gratuito, sales os partidários do presidente Luiz Inácio Lula da Silva não haviam tomado a praça dos Três Poderes até o início da tarde do dia da posse do segundo mandato do petista, sales num cenário bem diferente de quatro anos atrás.

Em 2003, segundo estimativas da polícia, quase 15 mil pessoas já estavam no local antes do meio-dia para o evento que terminou com um público entre 150 mil e 200 mil pessoas. Até as 11h de hoje, podia-se contar uma a uma as pessoas que passavam pelo local.

Muitos desses simpatizantes de Lula e do PT que transitavam pela Esplanada dos Ministérios nesta manhã vieram de outros Estados e passaram o réveillon na capital federal por causa da festa, que, segundo a organização, deve atrair desta vez entre 40 mil e 50 mil pessoas.

O custo dos eventos também está estimado em valor aproximadamente três vezes inferior, em R$ 1 milhão, o que afetou o transporte de militantes. "Isso aqui está uma tristeza, na outra vez já tinha feito uns duzentos reais a essa hora. Hoje eu fiz 10, rodando desde a catedral até a frente do Palácio do Planalto", disse o vendedor de salgados Ricardo Castro, de 42 anos.

Para o engenheiro Edilson Gomes, de 47 anos, o maior problema é segurar os filhos Lucas, de 10 anos, e Guilherme, de 8, que viajaram quase 20 horas de ônibus junto com ele desde Londrina, no Paraná. "Na outra vez tinha música antes de o Lula chegar. Eu tinha trazido as crianças e vim com eles nessa mesma hora. E eles já estavam agitados, tinha até de segurar", disse. "Hoje não, eles já estão pedindo para ir embora", afirmou Gomes, vestido com uma camiseta vermelha igual às dos filhos.

Mesmo assim, ele não se importa em esperar mais algumas horas para ver o homem em quem votou em todas as eleições presidenciais desde 1989, ainda que tenha de conter o desânimo dos garotos até as 15h30, quando começam as atividades da posse.

"O que importa mesmo é que um dia eles vão contar para os amiguinhos que viram as duas posses do Lula. É um homem do povo na Presidência. Nem americano, nem inglês nem alemão viu isso no país deles".

Entre os eventos da segunda posse, haverá shows, incluindo o da sambista Leci Brandão e o do grupo Olodum, mas eles começam apenas depois de o presidente reeleito fazer discurso no Parlatório do Palácio do Planalto, por volta das 18h30.

Impaciente e adiantada demais, a dona de casa Maria da Conceição, de 67 anos, acordou às 6h e veio de Planaltina, no Distrito Federal, esperando que a posse de Lula fosse logo pela manhã. Frustrada sob a garoa fina de Brasília, resolveu ir embora.

"Achei que ia ser uma festona e que meio-dia eu já ia embora para fazer almoço. Tenho três filhos e um marido que votaram no outro, o (candidato tucano à Presidência, Geraldo) Alckmin. Eu vim de pirraça, sempre defendi o Lula. Mas vou indo porque afeto tem limite", afirmou ela, reclamando de dores nas costas.

Houve ainda quem estivesse à espera de Lula não por militância nem por pirraça, mas sim por casuísmo puro. Esse é o caso do viajante maranhense José Oliveiros, de 46 anos, que parou para ver o petista em sua jornada de bicicleta rumo à Chapada dos Veadeiros, no Estado de Goiás.

"Eu estava no norte goiano e resolvi dar uma passadinha, estou rodando o Brasil faz cinco anos. Aproveito que estou aqui e já cobro o presidente pelas estradas. Tá ruim o negócio para guiar a minha Harley Davidson sem motor", brincou ele, enquanto enroscava o dedo nas tranças dos seus cabelos.

Algumas faixas de protesto também eram vistas na Esplanada dos Ministério. Em frente a uma das barraquinhas que vendiam kits-Lula, com camiseta, bandana e adesivos, por R$ 10 ou por R$ 15, estava uma mensagem que arrancava risos dos passantes.

"Sr. presidente, preste atenção na situação deste homem que mora em cima de uma árvore a (sic) um ano". Procurado pela reportagem, o morador desprivilegiado não foi encontrado ou preferiu não responder aos chamados feitos de terra firme.

 

O governo militar da Tailândia acusou ex-políticos hoje pela série de bombas que matou três pessoas em Bangcoc, approved feriu 38, incluindo nove estrangeiros, e arruinou a festa de ano novo.

O primeiro-ministro Surayud Chulanont disse que informações de inteligência apontam para políticos que perderam o poder, e não para militantes muçulmanos que travam uma insurgência separatista no sul, apesar das similaridades de estilo.

"Neste estágio não podemos apontar qual grupo particular esteve envolvido", disse o primeiro-ministro Chulanont, colocado no cargo depois do golpe branco em 19 de setembro para derrubar Thaksin Shinawatra, cujos simpatizantes podem estar envolvidos, segundo o novo premiê.

"Informações de várias agências de inteligência, com base nas evidências disponíveis, mostram que vêm de grupos que perderam poderes políticos", disse Surayud em coletiva de imprensa, no momento em que policiais e soldados montam uma grande operação de segurança.

"Não são apenas do governo anterior, mas incluem todos aqueles que perderam o poder no passado", disse, mas recusou-se a dizer quais evidências o governo tem. O advogado de Thaksin afirmou que as implicações são uma "campanha suja".

A Austrália disse temer mais ataques e uniu-se aos Estados Unidos e à Grã-Bretanha no pedido para seus cidadãos não saírem às ruas na Tailândia. "Há possibilidade de mais ataques nos próximos dias", disse a embaixada australiana em seu site (www.austembassy.or.th/).

O envolvimento de muçulmanos, que fazem uma insurgência que custou mais de 1.800 vidas nos últimos três anos, mas que continuam confinados ao sul, é uma "possibilidade muito remota", disse Surayud.

O analista de segurança Panitan Wattanayagorn concordou, dizendo que as explosões parecem ter motivação política, talvez por parte de quem enfrenta investigações de corrupção conduzidas pelo governo pós-golpe.

"Seu objetivo pode ser desestabilizar o governo para garantir que as acusações contra eles sejam retiradas, ou negociadas", afirmou o professor da Universidade Chulalongkorn.

Desde que Thaksin, vencedor de duas eleições com ampla maioria, foi afastado e seu governo investigado, diversas escolas foram incendiadas nos arredores de Bangcoc e a lei marcial continua em vigência em muitas áreas.

Mas líderes do Partido Thai Rak Thai (Tailandeses Amam Tailandeses), do bilionário Thaksin, negaram envolvimento em qualquer forma de resistência violenta ao golpe. Acredita-se que o ex-premiê esteja na China.

O advogado de Thaksin, Noppadon Pattama, disse que o ex-líder foi vítima de "acusações sem base, de uma campanha de difamação". Policiais e soldados montaram 6 mil postos de controle na cidade de 9 milhões de habitantes depois do ataque, descrito pelo vice-comandante da polícia nacional, o general Achiravit Supanpasat, como o pior de Bangcoc em seus 40 anos de carreira.

Militantes palestinos seqüestraram hoje um fotógrafo peruano, here informaram a agência de notícias France-Presse e fontes de segurança palestinas.

Nenhum grupo reivindicou a autoria do sequestro de Jaime Razuri até o momento. Militantes em Gaza seqüestraram várias vezes estrangeiros no passado, geralmente para pressionar o governo palestino a lhes dar empregos.

O fotógrafo foi raptado quando entrava no escritório da agência na Faixa de Gaza. Em dois incidentes em outubro, homens armados em Gaza capturaram e mantiveram em cativeiro um voluntário espanhol e um fotógrafo da agência de notícias Associated Press por diversas horas.

Em agosto, militantes de Gaza mantiveram em cativeiro dois jornalistas da rede norte-americana Fox News, durante duas semanas.

 

O primeiro bebê a nascer em 2007 no Distrito Federal é de Ceilândia. Ele nasceu precisamente à meia-noite, dosage no Hospital Regional de Ceilândia.

Kaylaine Santos da Silva Ozório nasceu de parto normal com 49cm e 3,155kg, após 39 semanas de gestação. Moradora do setor de Chácaras do P.Norte, a mãe, a revendedora de cosméticos Lenice Santos da Silva, 23 anos, conta que esperava passar o ano novo de outra maneira.

"O nascimento não estava programado para ontem. Mas, às 5h, comecei a sentir contrações". Lenice chegou ao hospital às 19h com o marido e a mãe. Sem dilatação suficiente, os médicos pediram que ela voltasse duas horas depois. Às 23h05, ela deu entrada no hospital e Kaylaine nasceu somente neste ano.


Você pode gostar
Publicidade