fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Presidente do Sinepe-DF faz balanço sobre volta às aulas particulares

Presidente admite casos de covid, mas afirma que foram apenas “dois, três casos”. “Mais de 200 escolas estão operando satisfatoriamente”, afirmou

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/Saúde-DF
PUBLICIDADE

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares de Ensino do Distrito Federal (Sinepe-DF), Álvaro Domingues, fez um balanço das três primeiras semanas de aulas presenciais nas instituições privadas após a paralisação por conta da pandemia do novo coronavírus. Na visão de Domingues, o retorno tem sido seguro, e as escolas têm operado “satisfatoriamente”.

O presidente admitiu que houve casos de infecção pela covid-19 após o retorno presencial opcional, mas alegou que foram apenas “dois, três casos”, e que as intercorrências eram “previsíveis e administráveis”. “Essas pessoas foram afastadas, não houve contaminação dos demais, as comunidades escolares foram plenamente avisadas”, afirmou.

“Mais de 200 escolas estão operando satisfatoriamente. Implementaram o protocolo de segurança e profilaxia, criando um ambiente tão seguro quanto outros que a família frequenta.”

Nas três primeiras semanas de retorno, voltaram às aulas presenciais apenas os alunos de ensino infantil e ensino fundamental I (2º ao 5º ano). Na próxima segunda-feira (19), é a vez do fundamental II (6º ao 9º ano); no dia 26, o ensino médio retorna. Ressalta-se que a volta às escolas é opcional, e o aluno/família pode optar por continuar estudando de forma remota.

“Provavelmente não teremos muito mais do que uns 40, 50 mil estudantes em todo o Distrito Federal nas 570 escolas credenciadas”, projetou Domingues.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja o pronunciamento completo:




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade