fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Prepare a pipoca! Abrapex marca para quinta (22) a volta da telona

As regras de higienização continuam valendo. Além do uso obrigatório de máscaras, os templos religiosos, os cinemas os e teatros devem oferecer álcool em gel, medir a temperatura das pessoas

Catarina Lima

Publicado

em

PUBLICIDADE

Os cinemas de Brasília reabrirão as portas na próxima quinta-feira. De acordo com Caio Silva, Presidente da Associação Brasileira de Empresas Exibidoras Cinematográficas (Abrapex), o Decreto 41.353 possibilitará a retomada das atividades nos cinemas da cidade por acabar com o regramento de ocupação intercalada das fileiras nas salas de exibição de filmes.

A nova regra também vale para teatros e templos religiosos. No entanto, continua em vigor a determinação da distância mínima de um metro e meio entre as pessoas.

“O Decreto anterior inviabilizava o funcionamento dos cinemas”, explicou Caio. Segundo ele, as determinações do Decreto que introduziu a intercalação – 40.939 – não levava em conta que o próprio sistema de venda de bilhetes nos cinemas já fazia a separação entre as pessoas, não sendo necessária uma regulamentação para isso. “A exigência de ocupação de fileira sim, fileira não, associada a outros protocolos fazia com que que a ocupação das salas de exibição fosse de cerca de 5% da capacidade, que não pagava sequer a energia elétrica utilizada”, avaliou Caio Silva.

Algumas normas antes estabelecidas continuam valendo. No caso das salas de cinema, os estabelecimentos precisam manter as vendas de ingresso exclusivamente on-line, higienizar as cadeiras entre as sessões e manter os aparelhos de ar condicionado sempre limpos. Para as igrejas, o governo recomenda que se evite o contato físico nas celebrações.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos templos religiosos o novo decreto do GDF também foi bem recebido. O pastor Josimar Francisco, presidente do Conselho de Pastores do Distrito Federal, disse que devido a redução do número de mortes por covid-19 na cidade ele já esperava a flexibilização na distribuição de lugares nas casas religiosas. “Com a regra de uma fileira ocupada e a outra vazia o efetivo de pessoas nos cultos era de 30%. Agora deve chegar a 50%”, avaliou.

De acordo como pastor, muitas vezes era necessário realizar mais de um culto por dia para atender a todos. “Acho que diminuiremos a quantidade de cultos diários e poderemos incluir um dia a mais na semana nas celebrações”. Na Comunhão Espírita de Brasília as palestras para o público estão acontecendo às segundas, quartas e sextas, às 8 horas e às16 horas. A instituição ainda não definiu se haverá alguma mudança em função do novo Decreto. A Cúria Metropolitana foi contactada, mas não respondeu ao Jornal de Brasília.

As regras de higienização continuam valendo. Além do uso obrigatório de máscaras, os templos religiosos, os cinemas os e teatros devem oferecer álcool em gel, medir a temperatura das pessoas e disponibilizar produtos para higienização de calçados. Também continua em vigor a proibição para que pessoas com comorbidades frequentem igrejas, templos religiosos, assim como cinemas e teatros. O Decreto que determinava que se intercalasse as fileiras foi editado em 02 de julho de 2020, no auge da pandemia do novo coronavírus.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade