fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PPS afasta Celina e Raimundo da executiva do partido no DF

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Millena Lopes
millena.lopes@jornaldebrasilia.com.br

Os deputados distritais Celina Leão e Raimundo Ribeiro, investigados na Operação Dracon, foram afastados da comissão executiva do PPS-DF, até que sejam finalizadas as apurações de que há um esquema de corrupção da Mesa Diretora da Câmara Legislativa.

Em conjunto com a Polícia Civil, o Ministério Público investiga um esquema de pagamento de propina a deputados distritais. Presidente do partido no DF, Chico Andrade disse que a decisão foi tomada pela direção da sigla em conjunto com os parlamentares, que foram afastados também dos cargos da Mesa.

“Estamos apoiando integralmente as ações do Ministério Público. Vamos criar uma comissão interna para que acompanhe e até subsidie a apuração”, disse Andrade, ao reiterar que a decisão do afastamento foi “consensual”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Celina, Raimundo e outros três deputados – Renato Andrade (PR), Julio Ribeiro (PRB) e Cristiano Araújo (PSD) – foram ouvidos na manhã desta terça-feira (23), na Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Administração Pública (Decap), que cumpriu 14 mandados de busca e apreensão na Câmara Legislativa e nas casas dos envolvidos – além dos deputados, são citados o ex-gestor do Fundo de Saúde do DF, Ricardo Cardoso, o ex-secretário-geral da Câmara, Valério Neves, e o secretário executivo da Terceira Secretaria, Alexandre Braga Cerqueira.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade