Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Polícia prende suspeito de atirar em boate de Taguatinga

Publicado

em

Publicidade

A Polícia Civil prendeu um jovem de 19 anos apontado como autor de uma tentativa de homicídio na boate O’Beco Underground, na QI 16 de Taguatinga Norte, no sábado (20). O tiroteio deixou seis pessoas feridas. De acordo com a PCDF, o rapaz foi preso nesta terça-feira (23) em cumprimento a mandado de prisão preventiva.

Os três proprietários da casa noturna e um segurança do local também foram presos em flagrante, ainda no sábado, por adulterarem propositalmente a cena do crime. Como o crime é passível de fiança, Fábio e Waleska pagaram R$ 5 mil e foram liberados na mesma noite. Renato seguia preso até domingo.

O quarto detido é o responsável pela segurança do local há seis meses, José Ignácio Araújo de Oliveira. Ele se apresentava para todos como Castiel, inclusive para os donos da boate, que não conheciam o verdadeiro nome dele. Teria sido ele quem recolheu as cápsulas.

Polícia Civil

Quatro dos atingidos – três mulheres e um homem – foram levados para o Hospital Regional de Taguatinga, com ferimentos nos braços e nas pernas. Um outro casal deu entrada no Hospital de Ceilândia, a mulher baleada no queixo e o homem, no tórax. Apesar da gravidade dos ferimentos, o estado de saúde das vítimas era estável.

De acordo com a polícia, a boate apenas deu entrada no alvará de funcionamento. O documento final não teria sido expedido, tampouco feitas as vistorias dos órgãos responsáveis. Os donos da boate negaram que facilitassem o tráfico e argumentaram que repreendiam o uso de entorpecentes.


Você pode gostar
Publicidade