Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Polícia prende “famosinho” que atuava ilegalmente como dentista

Autuado é estudante de Odontologia, mas realizava procedimentos destinados exclusivamente a profissionais formados

Publicado

em

Foto: Reprodução/Instagram

Willian Matos
redacao@grupojbr.com

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu um jovem que exercia ilegalmente a profissão de dentista. Segundo a corporação, o autuado tem mais de 10 mil seguidores nas redes sociais e ostenta vida de luxo. Luiz Rodrigues, o “falso dentista”, fazia procedimentos indevidos em uma clínica em um shopping do Plano Piloto, inaugurada há uma semana.

A PCDF não divulgou os nomes da clínica e do shopping. No entanto, publicações na conta do jovem de 22 anos no Instagram dão conta que trata-se da R4 Saúde Medicina e Odontologia, localizada no Pátio Brasil.

 

A corporação afirmou que ele realizava intervenções como limpezas e clareamento dentário, atividade exclusiva para profissionais já formados.

O jovem é sócio da clínica na qual trabalhava. A irmã dele (foto abaixo), que é cirurgiã dentista, também foi autuada pelo crime de exercício ilegal da profissão, mas como partícipe.

Luiz ao lado da irmã, Ludimila Rodrigues. Foto: Reprodução/Instagram

Luiz compareceu à delegacia para prestar esclarecimentos, assinou termo circunstanciado e foi solto. Em depoimento, ele disse que é aluno do 9º semestre e que estava auxiliando a irmã “em uma espécie de estágio”. Entretanto, o delegado Roney Matsui afirma que só pelas postagens nas redes sociais é possível notar que ele realizava procedimentos sozinho, “o que não é permitido visto que ele ainda não é formado na profissão”, afirmou.

A 1ª Delegacia de Polícia (Asa Sul) cuida do caso. Caso condenado, o estudante poderá pegar pena de seis meses a dois anos de reclusão.


Você pode gostar
Publicidade