fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Polícia prende duas mulheres e dois adolescentes acusados de matar motorista em Cristalina

De acordo com a investigação, as mulheres combinaram uma corrida com a vítima, que não era motorista de aplicativo, mas fazia esse trabalho informalmente

João Carlos Magalhães Teles

Publicado

em

POLÍCIA CIVIL PCDF
PUBLICIDADE

A 30º Delegacia de Polícia do Distrito Federal realizou, nesta segunda-feira (30), uma operação de dois mandatos de prisão preventiva, cinco de busca e apreensão e dois de busca e apreensão de menor. Os mandados foram cumpridos nas cidades de Planaltina/DF, Luziânia/GO e Marajó/GO.

Duas mulheres, uma de 21 e outra de 22 anos, foram presa e dois adolescentes, de 16, foram apreendidos. 

Segundo a Polícia Civil, os quatro alvos da operação planejaram e executaram um homem no dia 8 de fevereiro deste ano. 

O corpo da vítima foi encontrado às margens da DF 295, perto de Marajó, distrito de Cristalina/GO, com diversas perfurações pelo corpo produzidos por arma branca. O veículo da vítima foi localizado dois dias depois no povoado, em uma estrada de chão.

De acordo com a investigação, as mulheres combinaram uma corrida com a vítima, que não era motorista de aplicativo, mas fazia esse trabalho informalmente. Quando chegaram perto de Marajó os dois jovens entraram no carro a pedido das mulheres. Com isso, os adolescentes pretendiam roubar a a vítima e seu veículo. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os adolescentes, então, mataram o homem com diversas facadas e jogaram o corpo na rodovia. Dali, as mulheres e os adolescentes seguiram para Marajó.

As mulheres foram indiciadas por latrocínio, com pena que pode chegar a 30 anos de prisão, e os adolescentes foram encaminhados à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA) e estarão sujeitos a medida de internação por até três anos.

A operação contou com a participação de 25 agentes de polícia e 5 delegados de polícia civil.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade