fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PMDF reforça policiamento durante as festas de fim de ano

Operação Policiamento de Intensificação Natalina, da PMDF, vai até o dia 8 de janeiro e pretende coibir crimes contra a pessoa e o patrimônio

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) iniciou a operação Policiamento de Intensificação Natalina 2020, que prevê reforço de cerca de mil policiais militares por dia nas ruas do Distrito Federal. A ação ocorre até o dia 8 de janeiro e tem o objetivo de coibir a prática de crimes contra a pessoa e o patrimônio, aumentando a sensação de segurança no período das festividades de final de ano, quando há aumento considerável de circulação de pessoas nos centros comerciais.

“Mesmo com a atual conjuntura do coronavírus, devemos permanecer firmes no propósito de bem servir à população do Distrito Federal”, afirmou o comandante-geral em exercício e subcomandante da PMDF, coronel Condi. Ele destacou os números do aumento da produtividade e os da redução dos índices criminais como consequência desse foco: “Até o dia 11 de dezembro, foram cerca de 500 mil teleatendimentos, 300 mil ocorrências atendidas, cerca de 1.500 armas de fogo apreendidas, 2.500 veículos recuperados, 12 mil prisões em flagrantes e quase 1 tonelada de maconha apreendida”, enumerou.

Comércio

O policiamento contará com pelotões das Rondas Ostensivas Táticas Metropolitanas (Rotam) e Patrulhamento Tático Motorizado (Patamo), além de equipes do Batalhão de Policiamento com Cães, Grupos Táticos Motorizados, Policiamento Aéreo e Policiamento de Trânsito, entre outras unidades. As ações da Polícia Militar são planejadas a partir dos estudos de manchas criminais, que observam locais de maior incidência e natureza criminal. Para garantir maior efetivo, os policiais das sessões administrativas da corporação também serão escalados para a missão.

O comandante do Departamento de Operações, coronel Hémerson Rodrigues, ressalta que a intensificação será, especialmente, para coibir ações criminosas em comércios de todo o Distrito Federal. “A ideia é saturar as áreas vulneráveis com policiamento a pé e motorizado”, explicou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade