Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PMDF e CBMDF enviam proposta de reajuste salarial a Ibaneis

Minuta prevê recomposição salarial de 37,5%, divididas em quatro parcelas anuais. Impacto do aumento é de R$ 2 bilhões, entre 2019 e 2022

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
redacao@grupojbr.com

A Polícia Militar (PMDF) e o Corpo de Bombeiros (CBMDF) enviaram, nesta segunda-feira (14), uma proposta de reajuste salarial ao governador Ibaneis Rocha. A minuta prevê recomposição salarial de 37,5%, divididas em quatro parcelas anuais, com auxílio-moradia incorporado. O impacto do aumento é de R$ 2 bilhões, entre 2019 e 2022.

Agora, Ibaneis avaliará a proposta para decidir se a envia ou não ao Palácio do Planalto. O governador pretende mandar a proposta para avaliação da Secretaria de Segurança e do Ministério da Economia.

Confira a lista completa com as sugestões feitas por PMDF e CBMDF:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fundo Constitucional do DF 

Para evitar atritos com o Tribunal de Contas da União (TCU), Ibaneis também pretende regulamentar a aplicação do Fundo Constitucional do DF (FCDF). “Nós estamos, há dois meses, trabalhando junto à Presidência da República a questão da regulamentação do Fundo Constitucional para nos dar segurança no que diz respeito ao reajuste tanto da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros. Mas a nossa intenção é concluir isso no menor prazo possível”, assinalou Ibaneis.

“Tudo para que possamos encaminhar ao presidente da República e ao Congresso Nacional, posteriormente, a partir da análise da Presidência, e solucionar toda essa questão do reajuste. Ele é mais do que merecido para todos os profissionais, que já estão há vários anos sem ter qualquer espécie de reajuste”, concluiu.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade