fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF procura suspeitos de cometerem furtos em residências. Veja fotos

O grupo é parte de uma organização criminosa especializada em cometer crimes, principalmente furtos em residência, contra famílias de origem chinesa

Avatar

Publicado

em

POLÍCIA CIVIL PCDF
PUBLICIDADE

Por meio da CORPATRI, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) divulgou, nesta quarta-feira (3), imagens de suspeitos de cometerem furtos em residências no Distrito Federal (DF). O grupo é parte de uma organização criminosa especializada em cometer crimes, principalmente furtos em residência, contra famílias de origem chinesa. 

A organização era composta, em sua maioria, por pessoas de classe média com idade entre 19 e 25 anos, residentes em outros estados do Brasil, como Ceará, Santa Catarina e São Paulo, e agem, geralmente, da mesma forma.

Apresentando boa aparência e sempre bem vestidos entram nos prédios residenciais apenas acenando para o porteiro do condomínio. Quando questionados, mentem e informam que são parentes de algum morador, não sofrendo mais resistências dirigem-se ao apartamento, arrombam suas portas e furtam dinheiro, joias, alguns eletroeletrônicos e mochilas, saindo calmamente do prédio com os objetos produtos de crime.

O grupo se especializou em cometer esses crimes contra chineses por diversas razões. As famílias chinesas em sua maioria são comerciantes, possuem lojas, restaurantes, comércios em geral, movimentam grande quantidade de dinheiro diariamente e guardam esse dinheiro no interior de seus apartamentos e casas. Por não acreditar na atuação estatal e pela dificuldade de muitas vezes não falarem a língua portuguesa não procuram a Polícia Civil para o registro das respectivas ocorrências criminais, gerando falsa estatística. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Veja as imagens dos suspeitos:

A Instituição disponibiliza os seguintes meios para recebimento de denúncias:

O Disque-Denúncia, telefone 197 – ligação gratuita – 24 horas;

Por esses canais, você pode denunciar foragidos da justiça e crimes que já ocorreram, que estão em andamento ou que tenha conhecimento que estão sendo planejados. Não é necessário se identificar.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade