fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF prende mulher integrante do PCC no DF

Os policiais da DIFAC capturaram a mulher quando deixava o Distrito Federal com a intenção de fugir para o Estado de São Paulo, base da facção

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Polícia Civil do Distrito Federal, por meio da Divisão de Repressão a Facções Criminosas (DIFAC/CECOR), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal – PRF, realizou na tarde desta quinta-feira (6), a prisão de uma integrante do Primeiro Comando da Capital – PCC. A detida foi presa em um ônibus na BR-060.

Conhecida como Tókio ou Ketlen, a presa fazia parte da célula feminina do PCC no DF, estava foragida desde março de 2019 quando foi deflagrada pela CECOR a Operação Continuum, em que foram presos outros oito integrantes da organização criminosa.

As investigações mostraram que a investigada era a segunda posição na hierarquia da facção entre as mulheres, responsável por fiscalizar as atividades de integrantes da célula feminina do PCC. Atuava também na cooptação e “batismos” de membros e no planejamento de roubos e sequestros em benefício da facção.

As ações para sua prisão foram intensificadas com a descoberta de que estava recebendo indevidamente o auxílio emergencial do Governo Federal em razão da pandemia de covid-19.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os policiais da DIFAC capturaram a mulher quando deixava o Distrito Federal com a intenção de fugir para o Estado de São Paulo, base da facção.

Após a ação a suposta faccionada foi conduzida até a CECOR onde foi presa em flagrante por uso de documento falso, bem como foi dado cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva. Se condenada, a mulher poderá responder pelos crimes de integrar associação criminosa e uso de documento falso, com penas respectivas de 3 a 8 anos e 2 a 6 anos.

Veja as considerações do Delegado Guilherme Sousa Melo (CECOR/PCDF):

As informações são da PCDF

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade