fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF encerra operação sobre tráfico interestadual de skunk

Terceira fase da operação Quinto Preceito prendeu um homem em Santo Antônio do Descoberto-GO suspeito de receber o entorpecente vindo de SP e distribuir no DF

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
PUBLICIDADE

A Polícia Civil (PCDF) realizou a terceira e última fase da operação Quinto Preceito. Trata-se de uma ação que visou combater um grupo suspeito de tráfico interestadual de skunk (maconha potencializada).

Ao longo das investigações, foram apreendidas três estufas criadas para o cultivo de skunk em São Paulo. Elas abasteciam traficantes de vários estados e do Distrito Federal. Nesta terceira fase, foram presos dois suspeitos: um em Santo Antônio do Descoberto-GO e outro em São Paulo-SP.

O homem preso em Santo Antônio seria um comprador das drogas que vinham de SP. Ele adquiria e revendia no DF, segundo investigações.

Ao longo do trabalho policial, foram apreendidas cinco armas de fogo, identidades falsas, cerca de R$ 120 mil em espécie, vários tipos de drogas e maquinários usados para produzir e enviar os entorpecentes.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Divulgação/PCDF

O Tribunal de Justiça do DF (TJDFT) determinou o bloqueio de R$ 5 milhões dos investigados. Ao todo, 17 pessoas foram indiciadas. Apenas um suspeito, apontado como sócio de uma das estufas, é considerado foragido.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade