fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF desarticula grupo que tentava assassinar moradores para tomar terras

A PCDF prendeu um homem suspeito de, com outras três pessoas, praticar dois crimes de homicídio tentado contra um casal morador da área rural do Gama

Avatar

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
PUBLICIDADE

A Policia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 14ª Delegacia de Polícia (DP), prendeu um homem suspeito de, com outras três pessoas, praticar dois crimes de homicídio tentado contra um casal morador da área rural do Gama. A operação busca desarticular esquema de grilagem e disputa por terras. 

Deflagrada o dia 10 de junho, a primeira fase da operação cumpriu dos mandados de prisão temporária e dois mandados de busca e apreensão contra dois irmãos que, por causa de disputas de glebas de terras situadas na área rural do Gama, tentaram assassinar os tios com golpes de facão após uma confraternização familiar. 

A investigação indica que, na madrugada de 14 de maio, os irmãos e mais dois comparsas estavam em um evento de família quando se despediram afirmando que iam dormir. Minutos depois, saíram do local da confraternização e retornaram à casa das vítimas. 

As vítimas resolveram abrir a porta para os sobrinhos e os outros dois indivíduos, acreditando que eles estivessem retornando para buscar algum objeto esquecido. Entretanto, no momento em que abriram a porta, as vítimas foram surpreendidas por golpes de facão desferidos pelos suspeitos. A primeira vítima foi imediatamente atingida pelos golpes. A segunda vítima, por sua vez, fora atingida no momento em que tentava socorrer a primeira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante as agressões, os suspeitos diziam que as vítimas deveriam deixar o local pois, se assim não fizessem, seriam assassinadas. Com as vítimas já desfalecidas em razão dos primeiros golpes, os agressores continuaram a desferir uma série de socos e pontapés, tendo fugido do local em seguida. As vítimas foram socorridas ao hospital e, em razão do eficaz atendimento médico recebido, resistiram aos ferimentos.

Após os fatos, cientes da recuperação do casal, os suspeitos teriam retornado à residência das vítimas e ateado fogo no imóvel, objetivando que elas não retornassem para a área onde vivem e, assim, os suspeitos pudessem tomar posse do terreno. Encerrada a investigação, a Autoridade Policial representou pela prisão preventiva dos quatros suspeitos, sendo que três suspeitos já foram presos.

A PCDF ainda busca informações do paradeiro do quarto suspeito, que é considerado foragido. Trata-se de Antonio Alves de Medeiros, 45 anos. Informações sobre a localização de Antonio podem ser fornecidas ao Disque-Denúncia da PCDF (197).




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade