fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF coíbe grilagem de terras no Lago Norte

Grupo vendia lotes à veira do Lago Paranoá por mais de R$ 2 milhões. Líder da organização criminosa pratica grilagem há mais de 20 anos, segundo investigações

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Polícia Civil (PCDF) deflagrou, nesta quinta-feira (13), uma operação para coibir a prática de parcelamento irregular do solo (grilagem de terras) no Condomínio Privê, área nobre do Lago Norte. 

Segundo investigações, um grupo criminoso negociava os lotes, que ficavam à beira do Lago Paranoá, por pelo menos R$ 2 milhões.

A delegada da Delegacia Especial de Combate à Ocupação Irregular do Solo, Mariana Almeida, explica que o líder da organização atua há mais de duas décadas em várias regiões do DF. “Ele utiliza nomes de terceiros para manter um patrimônio que inclui mais de 60 imóveis, oriundos de loteamentos irregulares, uma rede de postos de gasolina e uma frota de carros de luxo”, afirma Mariana.

São cumpridos ao menos 14 mandados judiciais, entre prisões e buscas e apreensões.

Aguarde mais informações


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade