fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

PCDF atua para reprimir crimes relacionados a gangues em Planaltina

Envolvido em homicídio em frente a uma escola foi preso. Outro suspeito é procurado. Polícia acredita que morte foi entre membros de gangues

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Divulgação/PCDF
PUBLICIDADE

Willian Matos
redacao@grupojbr.com

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) trabalha para combater crimes relacionados a gangues no Vale do Amanhecer, em Planaltina-DF. Um homicídio ocorrido no dia 8 de maio deste ano acionou a corporação que, por intermédio da 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), realiza investigações desde então. Um envolvido foi preso na última segunda-feira (26).

Na ocasião, uma briga de gangues culminou na morte de um homem conhecido como Paulinho. Ele, que, segundo a PCDF, era integrante de uma gangue da região, se dirigiu à porta de uma escola para acertar contas com desafetos. Ele encontrou Marcos Vinícius dos Santos Oliveira, conhecido como Vinin. Os dois teriam trocado tiros, até que Paulinho caiu no chão, ferido.

Um comparsa de Paulinho, que foi até ele à porta da escola, recolheu a arma dele e fugiu do local em seguida. Logo depois, Vinin se aproxima e dispara mais vezes contra o baleado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desde então, as prisões de Vinin e do comparsa de Paulinho foram decretadas pela Justiça. O amigo do rapaz morto, identificado pelas iniciais C.C.S.C, foi preso na última segunda-feira (26). Marcus Vinícius (Vinin) está foragido.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade