fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Paradas de ônibus são reformadas no Park Way

A recuperação dos equipamentos públicos acontece em locais que abrigam passageiros, principalmente no período de chuvas

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

As pradas de ônibus deo Park Way estavam depredadas e vandalizadas. Sem conservação e sujas, os locais comprometiam a segurança e a proteção dos usuáriosdo sistema público de transporte. Entretanto, nos últimos dias, cinco paradas de ônibus espalhadas pela região administrativa foram reformadas e receberam limpeza de teto, pinturas novas e até arte de grafitagem.

A ação, coordenada pela equipe do GDF Presente e pela Administração Regional do Park Way, faz parte do programa de recuperação dos equipamentos públicos da cidade promovido pelo Governo do Distrito Federal (GDF).

No Conjunto 1 da Quadra 19 foi preciso recuperar um dos pilares – a estrutura estava em avançado processo de degradação, com as ferragens da estrutura expostas. O equipamento também foi todo pintado e ao menos oito sacos de folhas e lixo foram retirados do local – o lixo verde acumulava e facilitava a formação de poças d’água na cobertura da parada, servindo de foco de reprodução do mosquito a dengue. Já no Conjunto 5 da Quadra 14 a parada virou painel de arte pelas mãos de um artista plástico da cidade.

Pelo menos dez pessoas estavam envolvidas, ao mesmo tempo, nas atividades de lavagem, limpeza e pintura das cinco paradas. Três galões de tinta foram usados na recuperação das fachadas. Os equipamentos públicos atendem, principalmente, trabalhadores dos condomínios residenciais do Park Way próximos ao Aeroporto Internacional Presidente Juscelino Kubitschek.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Entulho em Planaltina

Em Planaltina, o GDF Presente promoveu a retirada de entulhos e inservíveis descartados irregularmente. A área é considerada um dos maiores lixões da cidade.

Servidores da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e da administração regional recolheram 144 toneladas de lixo na área de transbordo próxima à torre do bairro Estância, ao lado do posto de saúde. Quatro caminhões trucados foram utilizados para executar o serviço.

Administrador de Planaltina, Célio Rodrigues relata que ainda é grande o desrespeito aos avisos de proibição para descarte de entulhos. A área é constantemente suja por cidadãos, o que faz com que o governo entre em campo com frequência para limpá-la. “Temos que contar com o bom senso da comunidade. Colocamos placas avisando que não pode ser jogado lixo, mas as pessoas parecem não entender a verdadeira importância dessa atitude”, lamenta.

O policial militar Willian Pinto da Silva, de 47 anos, mora bem em frente à área de descarte ilegal de entulhos. Ele conta que até ratos atraídos pelo lixo já invadiram sua casa, colocando em risco a saúde da sua família. “Entrei em contato com a Ouvidoria do GDF e tive meu pedido atendido. Não tem coisa melhor agora do que abrir o portão de casa e ver o outro lado da rua livre”, comemora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade