Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Operação da PCDF prende grupo especializado em roubos de carros

Organização atuava em Águas Claras, Arniqueiras e Vicente Pires. Ao todo, 21 mandados serão cumpridos

Publicado

em

Willian Matos
[email protected]

A Polícia Civil do DF (PCDF) deflagrou, nesta terça-feira (9/7), a Operação Areal, que visa prender grupo especializado em roubos de carros. São sete mandados de prisão preventiva, dois de prisão temporária e 12 de busca e apreensão. Os procurados se espalham por Águas Claras, Riacho Fundo I e Recanto das Emas.

A operação tem este nome porque o grupo se concentrava no Areal, região de Águas Claras. Segundo a PCDF, os bandidos praticavam os roubos em Águas Claras, Arniqueiras e Vicente Pires. Preferiam os veículos dirigidos por mulheres. Avistavam o carro e passavam dias estudando a rotina do (a) motorista antes de agir. Nos vídeos abaixo, é possível ver dois roubos praticados por eles:

No primeiro vídeo, os criminosos agem no roubo de uma Fiat Toro branca. A mulher estaciona e é surpreendida por um deles, que a tira do veículo enquanto outro membro leva ela dali. Vídeo: Divulgação/PCDF
Neste, o roubo é a uma Fiat Fiorino. Este veículo pertence a uma transportadora e estava carregado com R$ 50 mil em mercadorias. O carro foi recuperado. Vídeo: Divulgação/PCDF

Após os roubos, o grupo estacionava o veículo em quadras do setor Bernardo Sayão, no Núcleo Bandeirante. Depois de cerca de 24 horas, os carros eram levados por guinchos para o Entorno Sul do DF (Valparaíso-GO e Novo Gama-GO).

Até às 8h, seis pessoas haviam sido presas, uma quantidade considerável de droga havia sido apreendida e duas armas de fogo encontradas. O batalhão do policiamento de cães (BPCães) ajudou na ação.

Todos os integrantes do grupo criminoso foram identificados:

• R. L. C.: um dos líderes do grupo criminoso. Tem passagens por porte de arma de fogo, receptação e roubo;
• R. N. S.: também é um dos líderes do grupo criminoso. Possui várias passagens por roubo e receptação;
• P. S. S.: tem passagem por tráfico de drogas;
• E. E. S.: como maior tem passagem por roubo. Como menor tem 21 passagens, grande maioria por ato infracional análogo ao crime de roubo;
• E. S. A. J.: tem várias passagens por roubo, receptação e porte de arma de fogo.
• L. E. P. S.: passagens por tráfico de droga e roubo;
• M. A. R.: passagens por furto, receptação, tráfico e homicídio;
• H. N. C. J.: passagem pro tráfico de drogas;
• R. S. S. : não tem passagens no DF.

Os nomes completos ainda não foram divulgados.

Aguarde mais informações.


Você pode gostar
Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA

Publicidade