fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Obras de saneamento são realizadas no Setor Habitacional Mestre d’Armas

Drenagem, recuperação do asfalto e reconstrução de galerias pluviais estão entre os serviços a serem executados

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Setor Habitacional Mestre d’Armas, em Planaltina, terá um reforço na infraestrutura em breve. Com cerca de 20 mil habitantes, a região iniciou seu processo de regularização fundiária e vai receber obras de drenagem, reconstrução de galerias pluviais e recuperação asfáltica em diversos trechos.

Na última semana, o governador Ibaneis Rocha visitou o recém-inaugurado posto de regularização avançada do setor. O espaço atenderá, principalmente, donos de imóveis a serem regularizados. Por meio da Secretaria de Obras, o GDF também prepara um projeto para empreender melhorias em uma área de 540 hectares do setor habitacional. Em 2021, essa obra sairá do papel.

“É uma área grande, onde vamos passar o robô [inspeção robotizada] e ver as necessidades, mas o principal é a drenagem com a construção de galerias pluviais, readequação de duas bacias e instalação de bocas de lobo”, explica a responsável pela área de projetos da Secretaria de Obras, Ery Brandi. “Será feito ainda um estudo sobre o volume de água que o Ribeirão Mestre d’Armas tem recebido. Temos que ajustar isso para evitar danos ambientais. ”

Atualização

Esses serviços fazem parte da atualização de projetos, já que obras de drenagem foram interrompidas em Mestre d’Armas em 2015 e ficaram inconclusas. O novo programa está sendo licitado, ao custo de R$ 1,54 milhão. Na sequência, vêm as reformas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

São intervenções há muito esperadas pela população. “Fico feliz com a vinda dessas benfeitorias”, comemora a auxiliar de cirurgião-dentista Juscelia Aguiar, 31 anos. “Moro aqui no Mestre d’Armas desde os 7 anos, e a gente ainda vê muitos buracos, lama e a água invadindo algumas casas, como lá no Itiquira”.

Salto de qualidade

O administrador de Planaltina, Celio Borges, lamenta os prejuízos advindos de um sistema de drenagem ineficiente. “O projeto nunca foi concluído e as gestões anteriores deixaram de lado”, conta. “Nesta fase de chuvas intensas, piora bastante. Agora, vamos atender uma das maiores reivindicações dos moradores do setor”.

Essas obras são necessárias para o trabalho de regularização fundiária, conduzido pela Companhia de Desenvolvimento Habitacional (Codhab). “A regularização só será possível porque o governo está fazendo as melhorias – essa, inclusive, é uma determinação do Conplan [Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do DF]”, explica o diretor imobiliário da companhia, Marcus Palomo.

“Temos que dar funcionalidade às obras de saneamento que foram iniciadas, mas nunca terminaram”, frisa. Com sua área revitalizada e no caminho da regularização, o Setor Habitacional Mestre d’Armas poderá, agora, dar o salto de qualidade esperado por Juscelia e outros moradores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade