fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Mulher é morta na frente da família em Luziânia; ex-companheiro é suspeito

Segundo informações preliminares, o suspeito abordou a vítima quando ela saía de carro com a mãe e dois filhos. Ela levou seis tiros no tórax e no abdômen. Homem não aceitava o término

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Uma mulher de 31 anos foi morta a tiros na frente da mãe e dos filhos. O crime aconteceu no bairro Sol Nascente, em Luziânia-GO, na noite de segunda-feira (24).

O principal suspeito de matar Shellyda Duarte é o ex-companheiro dela, Márcio Ordones da Silva, 41 anos. O casal estava separado há cinco anos e, segundo informações preliminares, Márcio não aceitava o fim do relacionamento. O suspeito, inclusive, usava tornozeleira eletrônica por descumprir medida protetiva em favor de Shellyda.

Segundo a Polícia Civil, Shellyda saía da garagem com a mãe e dois filhos no carro, quando o ex bateu na traseira dela. A mulher levantou para ver do que se tratava e já foi alvejada. A vítima levou seis tiros nas regiões do tórax e do abdômen, foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Jardim Ingá, mas não resistiu e morreu.

Shellyda trabalhava como professora no Colégio Estadual José Carneiro Filho (Jocaf), em Luziânia. Existe a suspeita de que a mulher estava grávida, mas a informação só será confirmada após laudo pericial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polícia Civil de Goiás (PCGO) investiga o caso.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade