Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Mulher é morta a tiros pelo marido no Cruzeiro Novo

Alvo era outro homem. Mulher entrou na frente para salvá-lo. O rapaz, no entanto, levou tiro na cabeça e também morreu

Da redação
[email protected]

Uma discussão acabou em tragédia nesta quarta-feira (12). Uma mulher foi morta a tiros pelo marido dentro do apartamento do casal, no bloco G, na quadra 1405, no Cruzeiro Novo. Um homem também foi baleado e, mesmo levado ao hospital, não resistiu.

Segundo testemunhas, o casal (Juenil Bonfim de Queiroz, 56 anos, e Francisca Naíde de Oliveira Queiroz, 58), discutia com dois moradores do prédio. Queiroz, então, os chamou para subir à residência. A discussão continuou e o suspeito disparou contra os dois homens. Francisca entrou no meio e foi atingida pelo marido, que é militar da reserva da Aeronáutica.

Foram ouvidos seis disparos. Além de Francisca, Francisco de Assis Pereira da Silva, 41, foi atingido na cabeça. Ele chegou a ser levado com vida ao Hospital de Base, mas não resistiu e veio a óbito.

Motivo passional

Suspeita-se que o motivo do crime tenha sido passional. Queiroz desconfiava que a esposa tinha um caso com Francisco. Pediu a ele para subir ao apartamento com a intenção de matá-lo. Francisco, com medo, disse que não subiria sozinho e pediu companhia. Mesmo com mais pessoas ao redor, o sargento da reserva da Aeronáutica atirou em Francisco e na esposa, Francisca.

Queiroz é militar da reserva da Aeronáutica. Foto: Reprodução/Fcaebook

O quarto homem foi identificado apenas como Marcelo. Após os tiros, ele correu e conseguiu se salvar a tempo, uma vez que a Polícia Civil do Distrito Federal (PMDF) apreendeu o homem logo após os tiros.

Juenil Bonfim de Queiroz foi preso e encaminhado para a 5ª Delegacia de Polícia (Área Central). As autoridades investigam o caso.

Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA