fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Morre homem atingido por policiais civis em Águas Claras

Fabrício Lacerda, 35 anos, agrediu a companheira no apartamento do casal. Policiais contam que o homem apresentou resistência e agressividade e que, por isso, foi necessário alvejá-lo

Willian Matos

Publicado

em

Foto: Reprodução
PUBLICIDADE

Morreu nesta sexta-feira (17) o morador de Águas Claras Fabrício César Lima de Lacerda, 35 anos. Fabrício levou um tiro de um policial após agredir a companheira no apartamento onde moravam, no condomínio Jequitibá, no último domingo (12).

Desde então, o homem estava internado no Hospital de Base em estado grave. O óbito foi confirmado na noite de sexta (17).

Relembre o caso

No domingo (12), Fabrício e a companheira, com quem estava junto há nove anos, protagonizaram uma briga. O homem agrediu a vítima, e um policial civil vizinho do casal interveio, acionando a corporação.

Policiais foram à residência, e Fabrício teria se escondido no quarto. Os agentes conseguiram adentrar o cômodo e dar voz de prisão, mas o homem continuava apresentando resistência, segundo a Polícia Civil (PCDF).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A PCDF conta ainda que o acusado “passou a desacatar os agentes, tentou apropriar-se de uma faca e agredi-los fisicamente, bem como sacar a arma do policial”. Neste momento, um policial atirou na perna dele. Em seguida, o Corpo de Bombeiros (CBMDF) o levou ao Hospital de Base.

O ferimento deixou Fabrício em estado grave, até que, na sexta (17), ele veio a óbito. Até a última atualização desta reportagem, a companheira não havia dado declarações.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade