fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Militarização será votada em agosto por alunos, pais e professores 

A assembléia geral no Gisno ficou marcada para o dia 9

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da Redação
[email protected]

A Secretaria de Estado de Educação decidiu que o projeto de expansão da militarização para mais seis escolas públicas do Distrito Federal será decidido em assembleias gerais, com a participação de estudantes, responsáveis e professores das unidades de ensino e as votações deverão ser realizadas até a próxima semana no Centro de Ensino Fundamental (CEF) 19 (Taguatinga), no CEF 407 (Samambaia), no Centro Educacional (CED) Gisno (Asa Norte), no CED Condomínio Estância III (Planaltina), no CEF 01 (Núcleo Bandeirante) e no CEF 05 (Paranoá).

Estão sendo realizados encontros prévios com as diretorias das seis escolas, bem como com os professores, para tirar dúvidas sobre o funcionamento da gestão.

O retorno do ano letivo foi conturbado no Gisno, na 907 norte. No primeiro dia após o recesso, nesta segunda-feira (29), o diretor do colégio foi acusado de autorizar reunião de integrantes do Sinpro-DF com alunos durante o horário de aula, prejudicando as atividades escolares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com alguns servidores da própria pasta, os representantes do sindicato tentavam desconstruir o novo modelo já implementado em quatro centros de ensino.




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade