fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Médicos e enfermeiros são capacitados para usar o e-SUS

Aplicativo promete auxiliar os profissionais nas demandas diárias

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Da redação
[email protected]

Cerca de 80 médicos e enfermeiros da Região de Saúde Centro-Sul estão se capacitando para utilizar o aplicativo e-SUS, ferramenta que reúne dados e apoia os profissionais na rotina diária. Servidores que já usam o e-SUS tiram dúvidas sobre as atualizações do app.

As aulas são realizadas no laboratório de informática da Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (Fepecs). O curso, dividido nos turnos matutino e vespertino, oferece, até esta terça-feira (12), aulas das 8h às 12h e das 13h às 17h. Os servidores inscritos escolhem em qual horário podem participar da capacitação.

O curso teve início com os profissionais que atuam, principalmente, nas unidades com serviço de laboratório para a implementação do PlanificaSUS. Ao todo, cinco unidades básicas de saúde (UBS) da Região Centro-sul foram escolhidas para iniciar o trabalho de alinhamento entre a Atenção Primária e a Secundária.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Integração e aproximação

“O objetivo é a integração da informação em saúde na Atenção Primária e Secundária. Isso está previsto no PlanificaSUS, que vem acontecendo desde julho na região para aproximar os níveis de atenção”, informou a superintendente da Região de Saúde Centro-Sul, Moema Campos.

Fomentar servidores da saúde a utilizar o mesmo sistema é uma forma de aproximar os profissionais e, com isso, melhorar o atendimento à população, na opinião da gerente de Planejamento, Monitoramento e Avaliação da Diretoria de Atenção Primária da região, Isabel Mamede.

“Com foco no PlanificaSUS, é necessário que os níveis de atenção estejam alinhados para atender melhor as pessoas. Isso passa pela comunicação entre os profissionais. Por isso, fizemos visitas nas unidades de saúde para divulgar a importância de os servidores participarem”, ressaltou Mamede.

A ferramenta se propõe a reestruturar as informações da saúde na Atenção Primária em âmbito nacional. A estratégia e-SUS faz referência ao processo de informatização qualificada do Sistema Único de Saúde (SUS) em busca de um SUS eletrônico.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com informações da Agência Brasília

 




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade