fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Mais de 400 mil contribuintes ainda não quitaram o IPVA 2020

É possível fazer o parcelamento do débito em até 12 vezes no cartão ou retirar o boleto atualizado. Saiba como

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

De acordo com a Secretaria de Economia do DF, 491.444 contribuintes não estão com o IPVA em dia. Até a última sexta-feira (3), pelo menos 409.277 cidadãos ainda deviam pelo menos uma das parcelas.

Quem deixou de pagar o IPVA 2020 no prazo pode recorrer ao parcelamento no cartão de crédito em até 12 vezes (mediante cobrança de taxas) para regularizar a situação. Também é possível emitir o boleto para pagamento em cota única no site da Receita do DF ou no app Economia DF. No boleto, são cobrados apenas multa e juros.

Segundo a Secretaria de Economia do DF, o contribuinte que optar pelo pagamento em cartão deve fazer simulações nos sites das empresas credenciadas, uma vez que as taxas cobradas variam. São três: DatalinkVamos Parcelar e Zapay.

Feita a negociação de parcelamento pelo contribuinte, a empresa escolhida tem até 48 horas para repassar, integralmente, o valor dos tributos aos cofres públicos. Após esse prazo, a Secretaria de Economia recomenda que o proprietário do veículo acesse o site ou o aplicativo para confirmar a quitação do imposto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alíquotas

O Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores é um tributo estadual previsto na Constituição (artigo 155). No Distrito Federal, a alíquota é de 1% para caminhões com capacidade de mais de duas toneladas e veículos de aluguel, de 2% para veículos ciclomotores, motocicletas, triciclos e quadriciclos e de 3% para carros de passeio, caminhonetes, caminhonetas e utilitários. As alíquotas foram reduzidas no ano passado.

Neste ano, a cota única do IPVA venceu em fevereiro. Os pagamentos a partir de R$ 100 puderam ser divididos em três parcelas (fevereiro, março e abril). O calendário das datas de vencimento das parcelas do IPVA foi definido de acordo com o algarismo final da placa do veículo. Os recursos arrecadados com esse imposto vão para o Tesouro do DF e são usados em diversas áreas, pois não são vinculados.

Com informações da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade