fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Mais de 3,8 mil ações de enfrentamento ao coronavírus no DF

Além das inspeções, a Vigilância Sanitária do DF atuou fortemente nas orientações técnicas à população e aos trabalhadores em geral

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

A Vigilância Sanitária realizou 3.855 ações de enfrentamento à pandemia de coronavírus somente no mês de março. Alinhada ao Plano de Contingência da Covid-19, a Vigilância Sanitária exerce papel fundamental, pois tem a responsabilidade de fiscalizar e orientar os estabelecimentos que estão em funcionamento, averiguando sempre se há condições sanitárias para o funcionamento.

A Vigilância Sanitária tem, entre suas tarefas, garantir o cumprimento dos decretos do governo. Orientar e estabelecer parâmetros técnicos aos profissionais e estabelecimentos voltados aos diversos serviços de saúde, de interesse à saúde e alimentos, de forma a diminuir risco de contágio do coronavírus”, explica a gerente de Fiscalização da Vigilância Sanitária, Márcia Olivé.

As ações realizadas pela Vigilância Sanitária tiveram três frentes distintas: fiscalização de produtos falsificados/clandestinos; vistorias em estabelecimentos e serviços essenciais; e orientações técnicas à população e aos trabalhadores em geral.

Quanto à fiscalização de produtos falsificados, a Vigilância Sanitária, em parceria constante com a Polícia Civil, realizou apreensão de 1.274 recipientes de álcool em gel falsificados, e interditou oito estabelecimentos comerciais que cometiam irregularidades. Essas ações fiscais e de orientações foram realizadas em supermercados, drogarias, delivery, funerárias, hospitais e outros.

Além das apreensões de recipientes de álcool em gel sem procedência, a Vigilância Sanitária realizou 146 atendimentos de denúncias, 18 autuações, 90 coletas de produtos para análise laboratorial e inspecionou 3.601 estabelecimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“A maior preocupação da Vigilância Sanitária é orientar e adequar os estabelecimentos sobre os procedimentos técnicos corretos e medidas de prevenção da transmissão da Covid-19. Isso agrega valor às empresas, pois a maioria dos responsáveis pelos locais trabalham com a gente com uma grande parceria”, avalia a gerente de Fiscalização.

Orientação

Além das inspeções, a Vigilância Sanitária do DF atuou fortemente nas orientações técnicas à população e aos trabalhadores em geral. Foram elaboradas 18 Notas Técnicas como medidas de enfrentamento ao coronavírus, abrangendo diversos setores e orientando, desde o distanciamento social recomendado, como procedimentos, registros, realizações de boas práticas de higiene, desinfecção das superfícies de contato e pessoal, bem como o uso correto de equipamento de proteção individual, dentre outras.

Atualmente, a Vigilância Sanitária possui 132 auditores para atender todo o Distrito Federal. Caso a população encontre irregularidades quanto ao descumprimento de medidas de enfrentamento da pandemia, poderá denunciar através do número 162.

 

Agência Brasília


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade