fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Mais de 30 mil casos prováveis de dengue este ano

De acordo com o boletim epidemiológico, apenas uma região administrativa não apresenta alta incidência

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Nesta sexta-feira (22), a Secretaria de Saúde divulgou o boletim epidemiológico semanal da dengue no Distrito Federal. Até o dia 9 de maio tinham sido registrados 30.184 casos prováveis da doença. Neste ano já foram 17 óbitos por conta da doença. Conforme o informativo, com exceção da região administrativa Sudoeste/Octogonal, todas as demais regiões apresentam alta incidência.

Em números absolutos, a Região de Saúde Sudoeste apresentou 7.139 casos (23,6%), seguida das Regiões Sul, 6.244 casos (20,7%), e Norte, 4.457 casos (14,8%). Embora a Região Sudoeste, que engloba Águas Claras, Recanto das Emas, Samambaia, Taguatinga e Vicente Pires, tenha apresentado o maior número de casos, a Região Sul apresenta a maior taxa de incidência.

Cuidado

A pasta comprou 38,7 mil testes rápidos para detecção da dengue. As equipes da Atenção Primária também têm desenvolvido atividades em seus territórios quanto aos aspectos epidemiológicos, assistenciais e de sensibilização. De forma regular, as ações de controle vetorial estão sendo realizadas nas áreas de maior incidência da doença, incluindo borrifação com inseticidas e controle de criadouros do Aedes.

O diretor da Vigilância Ambiental, Edgar Rodrigues, observa que a luta contra a dengue é permanente e diária. “Nós estamos trabalhando e fazendo a nossa parte como vigilância ambiental, em conjunto com vários órgãos do GDF, mas não podemos estar na casa de cada morador, fiscalizando o lixo e os entulhos que as pessoas deixam nas ruas ou terrenos baldios que podem servir de criadouro para o mosquito. Precisamos continuar atuando como protagonista, mas necessitamos contar com a participação da população”.

O trabalho dos agentes de Vigilância Ambiental ocorre diariamente, em todas as Regiões Administrativas, de segunda a sexta-feira, exceto sábados, domingos e feriados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com informações da Agência Brasília 


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade