Siga o Jornal de Brasília

Cidades

IGESDF atinge 1,6 mil admitidos com as novas contratações 

Em solenidade de integração dos novos profissionais na Câmara Legislativa, deputados elogiaram modelo de gestão

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) atingiu 1,6 mil contratações de profissionais de saúde, com a incorporação de mais 269 novos profissionais. O grupo foi recebido em solenidade no auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal (IGESDF), nesta quinta-feira (1º/7).

Presente na solenidade, o presidente da Câmara Legislativa do DF (CLDF), Rafael Prudente (MDB), elogiou o IGESDF, que atingiu 1,6 mil contratações em apenas três meses com essa nova etapa do processo seletivo.

“Quando visitamos as regiões administrativas do DF, ouvimos muito falar em desemprego e saúde, por isso, essa Casa está feliz por ter votado no projeto de lei que está ajudando a mudar a vida das pessoas com a oferta de emprego, aquecendo a economia e fortalecendo a saúde pública”, ressaltou Rafael Prudente (MDB).

O parlamentar reafirmou que a CLDF é parceira do IGESDF e contribuirá com emendas parlamentares para a construção de mais seis UPAs no DF e, ainda, com a destinação de verbas para o instituto fazer investimentos nesse novo modelo de gestão, que já está elevando a qualidade dos serviços de saúde prestados à população.

Entre os novos profissionais estão médicos, técnicos de enfermagem, técnicos em laboratório, farmacêuticos, assistentes administrativos, e analistas, além de técnicos e assistentes de diversas outras áreas. Eles reforçarão o atendimento nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), Hospital Regional de Santa Maria (HRSM) e Hospital de Base (HB).

“Estamos recebendo os novos colaboradores de braços abertos para contribuir com o maior complexo hospitalar da América Latina, que possui mais de 1,2 mil leitos. O instituto está focado em contratar pessoas e reabastecer suas unidades de medicamentos e insumos, mas pedimos, acima de tudo, dedicação e humanização do atendimento. Cuidem da população do Distrito Federal”, disse o diretor-presidente do IGESDF, Francisco Araújo, ao lado do secretário adjunto de Saúde, Sérgio Costa.

O vice-presidente da CLDF, o deputado Rodrigo Delmasso (PRB), ressaltou que acredita nesse modelo de gestão e, por isso, já está tramitando na casa um projeto de lei de sua autoria para que o Hospital Regional do Guará (HRGU) também faça parte do IGESDF.

“Falar sobre o IGESDF é uma grande alegria. Espero que esse projeto chegue a todos os hospitais, porque a população não aguenta mais entrar em um hospital e não ser atendida ou ficar horas esperando”, complementou.

O IGESDF abriu, em maio, processo seletivo para preencher 2.420 vagas em aproximadamente 40 cargos e formar cadastro de reserva para UPAs, Base e HRSM. Neste mês, mais 270 vagas foram abertas para bioquímicos, engenheiros, enfermeiros, médicos de 14 especialidades e técnicos de segurança do trabalho.  As contratações são feitas pelo regime de Consolidação de Leis do Trabalho (CLT), sendo que o chamamento prioritário é de médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Com informações do Iges-DF


Você pode gostar
Publicidade