Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Ibaneis assina criação da Secretaria da Pessoa com Deficiência

Ibaneis destacou a importância de dar um tratamento horizontal a esse público e de incluir políticas e espaços destinados às pessoas com deficiência

Publicado

em

Da Redação
redacao@grupojbr.com

A população do Distrito Federal ganhou, oficialmente, a Secretaria da Pessoa com Deficiência. A partir desta quarta-feira (11) vai funcionar na Biblioteca Nacional. O governador do Distrito Federal assinou a criação da pasta durante cerimônia, que contou com a presença do vice-governador Paco Britto. O titular da secretaria, nomeado na cerimônia, foi o deputado distrital Iolando Almeida. 

“As pessoas com deficiência do Distrito Federal atravessaram décadas lutando pela existência dessa secretaria”, declarou o governador. “A criação dela é o primeiro passo de uma caminhada muito grande que vamos ter”. Ibaneis destacou a importância de dar um tratamento horizontal a esse público e de incluir, em todos os programas do GDF, políticas e espaços destinados às pessoas com deficiência.

“É um momento histórico para o DF”, declarou Iolando. “Gostaria de agradecer àqueles que acreditaram nesse sonho. Muitos governos passaram e não construíram a secretaria. Ela vai ficar na história do país como a primeira criada no Distrito Federal“. A secretaria beneficiará, aproximadamente, 650 mil pessoas.

Para que a secretaria fosse criada, o projeto precisou passar pela Câmara dos Deputados e foi enviado ao Executivo em 19 de agosto. A pasta tem como objetivo assegurar políticas e ações voltadas às pessoas com deficiência e atuar pelo cumprimento dos direitos e princípios estabelecidos pela política Distrital.

Expectativa

“Para nós, o primeiro passo foi dado”, comemorou o cadeirante Silvio de Souza, que, desde 1981, integra a Comissão Jovem Gente como a Gente, de Planaltina. “Parabenizamos o governo pela iniciativa, e a tendência é o movimento crescer. Acredito que os projetos que vêm para nos beneficiar vão ser aprovados mais rapidamente”.

Presidente do Movimento Habitacional e Cidadania das Pessoas com Deficiência, Sirlei Campos ressaltou que a luta dos mais de 13 mil associados é pela questão da moradia. “O que pedimos é um olhar diferenciado”, disse. “Os deficientes que moram em Brasília estão indo para o entorno porque é mais fácil do que aqui. Com a criação da secretaria, esperamos mais atenção com esse tema”.

Secretário

Militar reformado da Força Aérea Brasileira (FAB), Iolando Almeida foi eleito deputado distrital em 2018. Ele é graduado em teologia e filosofia pela Universidade Católica de Brasília e atua junto às pessoas com deficiência há mais de 30 anos, sendo essa uma de suas principais bandeiras.

Um acidente de motocicleta fez com que Iolando perdesse os movimentos do braço direito, gerando uma deficiência permanente. Foi dele a iniciativa de criação da a União Brasileira de Pessoas com Deficiências (Ubrapod).

 

Com informações da Agência Brasília


Você pode gostar
Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *