fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Ibaneis admite dificuldade para tapar buracos no DF, mas promete trabalho

“Eles serão tapados”, declarou o governador, sobre os buracos no asfalto da capital, alegando que custo para os reparos é alto. “A gente faz o que é possível”

Avatar

Publicado

em

Foto:Vitor Mendonça/ Jornal de Brasília
PUBLICIDADE

Willian Matos e Catarina Lima
[email protected]

O governador Ibaneis Rocha abordou nesta terça-feira (27) um assunto polêmico e de interesse de toda a população do Distrito Federal: asfalto. Após declarar, há duas semanas, que 16 regiões administrativas não possuíam buracos nas vias, o tema passou a ficar ainda mais em evidência. Hoje, Ibaneis admitiu que, com as chuvas, os problemas devem crescer.

“Certamente que hoje, já com as chuvas, devem ter aberto alguns buracos, mas estamos trabalhando para tapar os que tem”, declarou o governador. “Tivemos um problema agora recente na compra de massa asfáltica. Houve um desaparecimento de massa do mercado, mas já conseguimos efetivar as compras, e eu já pedi que acelerasse o programa de tampa de buraco, porque a gente sabe que eles vão surgir mais agora com as chuvas”, complementou.

As declarações foram dadas durante entrega de pavimentação da área de desenvolvimento econômico (ADE) do Gama, no setor de múltiplas atividades (SMA) da região.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ibaneis alegou que o custo de uma obra desta natureza é alto. “Um quilômetro de asfalto custa em torno de 2 milhões de reais”, afirmou.

“Os asfaltos das cidades são bastante defeituosos, e há muito tempo não havia recuperação. A gente não tem como asfaltar a cidade toda novamente, a gente faz o que é possível.”

O governador encerrou o tema assegurando à população que tem trabalhado para sanar o problema. “Eles [buracos] serão tapados. O que importa é que estamos trabalhando constantemente para que as coisas se resolvam.”




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade