Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Hospital de Base trabalha rápido para solucionar problemas 

Compliance do hospital disse que as visitas do MPT são frequentes e de rotina para manter o hospital sempre conforme os padrões segurança e as primeiras irregularidades apresentadas já foram solucionadas

Publicado

em

Paula Beatriz
redacao@grupojbr.com

No dia 29 de maio deste ano o Hospital de Base (HB) recebeu uma visita do Ministério Público do Trabalho (MPT) para fazer vistoria nas condições de segurança e saúde do hospital. Durante a vistoria foram encontradas irregularidades e situações de perigo para saúde e segurança dos servidores do HB. 

Entre as irregularidades estão possibilidades de queimaduras devido vazamento da junta de dilatação no setor em que estão as caldeiras, responsáveis por aquecer água na unidade. Além disso o biombo de proteção radiológica está danificado o que pode causar contaminação radioativa de trabalhadores, ocasionando doenças graves, incluindo patologias cancerígenas. 

A Conap solicitou a suspensão de qualquer atividade na Sala de Raio X nº 1 da radiologia do pronto-socorro até a instalação de biombo blindado de proteção, local no qual o operador do aparelho deve se proteger durante os exames. O Iges-DF informou que o espaço foi adequado.

Outro problema apontado é a inexistência de vigilância no prédio destinado ao repouso dos profissionais da enfermagem, com livre acesso.

Segundo Denise Magalhães, compliance do HB, essas visitas são frequentes e de rotina para manter o hospital sempre conforme os padrões segurança. Ainda segundo ela, as primeiras irregularidades (citadas anteriormente) já foram solucionadas, mas o MPT ainda não emitiu um relatório final, o que os impede de solucionar os problemas. 

“O que precisamos entender é que o Hospital de Base é um hospital grande e com muitas atividades, por isso essas visitas são de rotina. Todas as vezes que encontram irregularidades nós nos disponibilizamos a solucionar prontamente, como foi desta vez. Ainda não recebemos o relatório final do MPT, mas já solucionamos as primeiras irregularidades que eles levantaram”, afirmou Denise. 

Por meio de nota, o Iges-DF afirmou que não é possível responder a todos os questionamentos sobre a inspeção de 29 de maio porque ainda não recebeu o relatório final.

Nota na íntegra

“O Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do DF (IGESDF) esclarece que ainda não recebeu o relatório final do Ministério Público do Trabalho. Até agora, foram recebidas apenas três recomendações , sendo que todas foram prontamente atendidas.

Uma delas foi sobre a vigilância, em que foi solicitada a colocação de um profissional na entrada do repouso da enfermagem,  o que já está sendo cumprido desde o dia seguinte à visita, em 30 de maio. 

O Hospital de Base possui mais de 100 vigilantes treinados para fazer a segurança do prédio 24 horas, além de um sistema de monitoramento interno com câmeras em diversas áreas.  Para garantir a segurança, todos os transeuntes são devidamente identificados com adesivos separados por cores em todas as portarias, elevando o controle e restrições de pessoas na área interna.

Já a segunda recomendação atendida trata-se da substituição de uma borracha de vedação da tubulação de vapor da caldeira que sofreu um desgaste natural. Essa borracha de vedação já é trocada rotineiramente pela equipe de manutenção e há estoque do material para trocas futuras. 

Por fim, também foi feita a adequação do biombo blindado da sala de radiologia. 

Todas as demais recomendações que vierem a ser feitas pelo MPT serão analisadas e solucionadas após recebimento do relatório final que está sendo elaborado pelo órgão.”


Você pode gostar
Publicidade