fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Hospital da Criança de Brasília completa nove anos de funcionamento

O HCB é uma unidade de assistência especializada de média e alta complexidade referência para o público pediátrico

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

O Hospital da Criança de Brasília José Alencar (HCB) comemora nove anos de funcionamento, nesta segunda-feira (23). Em quase uma década, foram prestados à população do DF mais de 4,3 milhões de atendimentos. O HCB é uma unidade de assistência especializada de média e alta complexidade referência para o público pediátrico. Devido à pandemia, o aniversário foi celebrado por meio de uma cerimônia virtual.

O secretário de Saúde, Osnei Okumoto, parabenizou toda a equipe do HCB, desde funcionários, colaboradores e prestadores de serviços pelo belo trabalho realizado. “A oferta de serviços prestados no HCB é de excelência. Quando falamos do Hospital da Criança, acham que é um hospital privado, mas não é! É 100% SUS, principalmente voltado para as crianças da oncologia, onde é dado tratamento humanizado para pais e crianças”, afirmou.

De acordo com Okumoto, o reconhecimento da unidade é a nível nacional e “queremos que as crianças sejam muito bem atendidas, principalmente no tratamento do câncer, transplante de medula óssea e, em breve, o transplante de fígado infantil. Este é um hospital que tem a capacidade de mudar a vida das pessoas, possibilita que pacientes e familiares tenham uma rotina alegre”.

A comemoração deste ano foi marcada pelas mudanças na rotina causadas pela circulação do novo coronavírus. Ainda em março, foram adotadas medidas que garantissem a segurança dos usuários e funcionários. Com protocolos bem definidos, as equipes assistenciais conseguiram manter a assistência em consultas, cirurgias e exames, garantindo a segurança dos pacientes e a qualidade do atendimento ofertado às famílias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo o superintendente executivo do hospital, Renilson Rehem, o trabalho realizado em 2020 é sinal da capacidade de adaptação do HCB e de reação dos funcionários à nova realidade. “Houve um impacto grande em abril, mas fomos nos empenhando; não fazíamos teleconsulta e passamos a fazer, alcançando ótimos resultados. No mês de julho, já tínhamos várias atividades no ritmo normal”, afirma Rehem.

As consultas à distância foram apenas uma das medidas tomadas pelo Hospital da Criança. Entre outras ações, também foram realizadas mudanças na dispensação de medicamentos e realização de testes diagnósticos de Covid-19 – o HCB recebeu certificação do Laboratório Central (Lacen-DF) para analisar as amostras no próprio hospital, conferindo agilidade ao tratamento de crianças com a doença.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atuação além da pandemia

O último ano do HCB foi marcado por atendimentos inovadores no Distrito Federal. O Hospital voltou a receber o Grupo Cooperativo Brasileiro Multi-institucional para o Tratamento de Extrofia de Bexiga pela Técnica de Kelley – os profissionais utilizaram a técnica durante a cirurgia de duas crianças.

“A valorização da vida é o propósito da Abrace. Há oito meses, a pandemia foi decretada, mas o hospital não pode parar e, para nossa felicidade e das crianças que precisam manter seus tratamentos, medidas emergenciais e protocolos foram seguidos para não interromper os tratamentos, já que o câncer não faz quarentena. É uma grande emoção sentir a realização de um sonho, um hospital público de excelência para crianças e adolescentes, nos dando a sensação de dever cumprido”, relata Maria Angela Marini, presidente da Associação Brasileira de Assistência às Famílias de Crianças Portadoras de Câncer e Hemopatias (Abrace).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2020, também foi realizado o primeiro transplante de medula óssea alogênico (com medula proveniente de doador) no HCB. O Ministério da Saúde emitiu autorização extraordinária para o procedimento, considerando que o hospital estava preparado para realizá-lo em caráter emergencial.

As conquistas do HCB também contemplam seu futuro: teve início a compra de um neuronavegador híbrido, equipamento que trará mais segurança para cirurgias cerebrais. Usado ao longo de todo o procedimento, ele serve para mapear o cérebro da criança, ajudando a localizar as áreas a serem operadas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
>

A compra foi realizada com emenda parlamentar destinada pelo deputado distrital Agaciel Maia ao HCB e, quando for entregue, o equipamento vai beneficiar principalmente crianças menores de quatro anos, que não podem utilizar neuronavegadores comuns.

Qualidade reconhecida

Durante os nove anos de funcionamento, o Hospital da Criança de Brasília manteve sua qualidade reconhecida. Desde 2018, é o primeiro hospital público do DF e o primeiro pediátrico da região Centro-Oeste com o selo de “Acreditado” – conferido pela Organização Nacional de Acreditação (ONA), ele se refere aos padrões de qualidade e segurança seguidos pelo Hospital.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em 2020, o HCB recebeu o Certificado de Qualidade do Ambiente de Trabalho. Conferida pela Fundação Instituto de Administração (FIA), a certificação reconhece o esforço realizado pela gestão para que o Hospital seja um ambiente harmonioso e agradável para seus funcionários.

Já entre os usuários, a satisfação se mantém. A pesquisa mais recente, realizada pelo HCB em outubro, indicou que o Hospital é considerado bom ou ótimo por 92,2% das crianças em tratamento e por 94,4% de seus familiares.

As informações são da Agência Brasília




Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade