Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Homem é condenado a 20 anos de reclusão por matar namorado envenenado

Publicado

em

A Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri de Ceilândia conseguiu, na última quarta-feira (15) a condenação de Hércules da Rocha Ferreira pelo homicídio triplamente qualificado do advogado Francisco Simão de Araújo. A pena foi fixada em 20 anos e 4 meses de reclusão, em regime inicial fechado.

Segundo os advogados e Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) o homem será preso por uso de veneno, o que causou a morte de Francisco. O MPDFT alega também que Hércules se aproveitou da relação de afetividade e do acesso que possuía à casa e à alimentação para matar a vítima; e motivo torpe, haja vista que o crime foi cometido em razão de desentendimento do casal.

O caso

Em 15 de outubro de 2017, Hércules, após discussão com Francisco, seu namorado, colocou veneno na comida dele. A vítima, de 67 anos na época, sem suspeitar da traição, ingeriu o alimento contaminado e faleceu. O caso aconteceu na casa da vítima, localizada da Ceilândia.

Segundo conversas encontradas no celular de Francisco o jovem queria morar junto com o advogado, que era contra a ideia.

No dia seguinte, Hércules voltou ao local do crime e, por meio do computador de Francisco realizou, de forma fraudulenta, transferência no valor de R$ 42.152,90.

Com informações do MPDFT.


Você pode gostar
Publicidade