Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Hmib: telhado passa por manutenção e reformas

A laje está sendo impermeabilizada para evitar problemas com as chuvas

Publicado

em

Publicidade

Da Redação
redacao@grupojbr.com

O telhado do Hospital Materno Infantil de Brasília está passando por reformas e manutenção. O objetivo é substituir todo o telhado e impermeabilizar toda laje para prevenir os efeitos das chuvas que se aproximam.

As telhas quebradas, rachadas ou trincadas estão sendo trocadas, como é o caso da radiologia, cuja cobertura foi bastante danificada pelas últimas chuvas. Além da troca das telhas, os barriletes que são tubulações de reservatórios de água também estão sendo substituídos por novos.

Durante o último período chuvoso, que durou até abril deste ano, foram várias as intercorrências, alagamentos e prejuízos. O tomógrafo, por exemplo, precisou ser protegido por capas de plástico para não ser danificado pelas goteiras, prejudicando o andamento normal dos exames.

Publicidade

A ala A da pediatria, onde ficam os pacientes com problemas respiratórios, sempre alagava quando chovia, causando transtornos, diversos pontos de mofo e acabava impactando no atendimento.

Transtornos

Em abril deste ano, por causa de uma chuva torrencial, “a Unidade de Doenças Infecciosas e Parasitárias (Udip) ficou completamente alagada e os corredores foram inundados. A água escorria pelas paredes, causando preocupação e transtorno aos pacientes, acompanhantes e servidores”, recorda o gerente de Apoio Operacional do Hmib, Thiago Bicalho.

Toda essa manutenção será muito importante para os pacientes e servidores, afirma ele. “Os benefícios serão imensos, visto que vai prevenir infiltrações nos setores internos, danos a equipamentos, material hospitalar e mobiliário, além de afetar a conservação da pintura das paredes. Tudo isso vai proporcionar um ambiente muito melhor para todos”, explica Bicalho.

A previsão é de que a troca do telhado esteja concluída em até 15 dias, caso não haja nenhum percalço.

Com informações da Agência Brasília.


Você pode gostar
Publicidade