fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Grupo de trabalho elabora termo de licitação da Fazendinha Pacheco Fernandes

A contratação será para a recuperação completa do sítio histórico, declarado Patrimônio Imaterial do Distrito Federal em 1988

Avatar

Publicado

em

PUBLICIDADE

Em dezembro, o movimento de operários e máquinas ocupou o Conjunto Fazendinha Pacheco Fernandes, histórico espaço erguido na década de 1950, para abrigar os candangos da construção de Brasília. Foram feitos trabalhos de limpeza completa do terreno, com podas das árvores, retirada de entulhos e galhos caídos nos tetos das casas, além da remoção sustentável de colmeias.

Especialistas em recuperação e manutenção de Patrimônio Histórico da Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) estiveram no local para minuciosos estudos sobre as condições estruturais das casas, algumas com queda parcial dos telhados nesse período chuvoso. “Estamos preparando o terreno para a recuperação completa desse importante sítio histórico, declarado Patrimônio Imaterial do Distrito Federal, em 1988”, disse o secretário de Cultura e Economia Criativa, Bartolomeu Rodrigues, destacando que essa ação tira o Conjunto Fazendinha de sucessivos descasos de governos passados.

O projeto é integrado e une, além da Secec, a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh), a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) e a Administração Regional do Plano Piloto. Juntos, formam um Grupo de Trabalho do Executivo para propor as estratégias de restauração e revitalização da área.

Comandado pela Secretaria de Governo (Segov), o pleito em conjunto foi iniciado em novembro de 2020, por meio do decreto nº 41.510 publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). De acordo com o documento oficial, além das ações implementadas em conjunto entre os órgãos do Governo do Distrito Federal (GDF), também deverá ser apresentado o Termo de Referência para contratação do projeto de revitalização e a transferência da gestão do conjunto da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação para a Secretaria de Cultura e Economia Criativa.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nesse momento, o Grupo de Trabalho elabora a minuta do Termo de Referência para a licitação das obras de revitalização, com contratação de projetos básicos e executivo para o restauro do Conjunto.

Bartolomeu acrescentou que o trabalho para recuperação do conjunto urbanístico começou antes mesmo da cobrança de medidas emergenciais feitas no dia 17 de dezembro pela 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Cultural (Prodema). “Temos consciência dos problemas dali e estamos organizando e tentando colocar tudo em ordem”, enfatizou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após revitalizado, a ideia é tornar o complexo um local dedicado à cultura, turismo e negócios para movimentar negócios de economia criativa. “Podemos transformar a Fazendinha da Vila Planalto em um potencial gastronômico, com possibilidades de visitação como ocorre em outras cidades históricas turísticas espalhadas pelo Brasil, com referências à história”, argumentou Bartolomeu Rodrigues.

As informações são da Agência Brasília

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Leia também


Publicidade
Publicidade
Publicidade