Siga o Jornal de Brasília

Cidades

Governo anuncia pacote de licitações para obras de reparos na capital

Publicado

em

Jéssica Antunes
jessica.antunes@grupojbr.com

O Governo de Brasília anunciou um pacote de cinco licitações de reformas, reparos e reconstruções em obras da capital. Além do reforço estrutural do viaduto do Eixão Sul, que desabou em fevereiro, estão incluídas edificação da Galeria dos Estados, reforma completa da Ponte JK, revitalização de 45 passarelas para pedestres e intervenções em todas as tesourinhas do Plano Piloto.

“Queremos atacar o maior número de estruturas”, afirmou o chefe da Casa Civil Sérgio Sampaio. Ele defende que a preservação das obras da capital sempre foi preocupação do governo – não apenas após a queda do viaduto. “Já tínhamos feito um conjunto de obras considerável antes mesmo do episódio. Agora, continuamos e estamos redobrando a atenção em relação a essas questões e, por isso, anunciamos um pacote de licitações”, disse durante coletiva de imprensa no Palácio do Buriti.

Veja vídeo:

Eixão Sul

“Embora a justiça tenha franqueado a fazer a obra de forma emergencial, decidimos fazer licitação para dar condições para mais empresas participarem. É uma modalidade mais rápida. Primeiro orçamos o preço e depois a qualificação. Esperamos que em até 20 dias possamos assinar o contrato com a empresa vencedora”, anunciou Márcio Buzar, diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER). Empresas interessadas devem apresentar projetos pessoalmente no dia 16 de agosto para a intervenção que deve custar R$ 12,86 milhões. No melhor dos cenários, tudo pode ser entregue à população em dezembro.

A licitação publicada nesta sexta-feira (3) no Diário Oficial do Distrito Federal prevê recuperação completa da estrutura. As cinco faixas remanescentes da parte central, onde o trecho de 22 metros caiu, deve ser demolido. O resto do viaduto, de 194 metros, receberá reforço nos pilares e recuperação das lajes – os tabuleiros por onde passam os veículos. A primeira parte envolve a fundação estrutural, que deve ser feita ainda na época de estiagem. A chuva prevista para voltar ao fim do ano não deve interferir porque não há terraplanagem.

As duas galerias sob o viaduto também estão no pacote de licitações e em fase de habilitação desde 13 de julho. Das seis empresas interessadas, quatro estão habilitadas. “Seguimos para a abertura das propostas e em poucos dias poderemos contratar. Obra que vai contemplar acessibilidade e estrutura”, esclareceu Júlio Menegotto, titular da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). Depois de iniciada, o prazo de conclusão da obra é de um ano.

Pedaço da laje de 22 metros desabou em 6 de fevereiro de 2018. Apesar de ter grande fluxo de movimento, ninguém se feriu. Foto: João Stangherlin/Jornal de Brasília

Ponte JK

A Ponte JK deve passar por reforma completa ao custo previsto de R$ 31 milhões. O presidente da Novacap anunciou que a publicação do edital deve ocorrer na próxima semana. A previsão é que as intervenções durem 18 meses e impactem o mínimo possível do tráfego diário.

“É uma ponte nova e exatamente nesse momento deve começar intervenções. O custo é muito mais baixo que se esperar dez anos”, defende Menegotto. De acordo com ele, as intervenções contemplam a troca do pavimento, das juntas de dilatação, revisão da parte elétrica e dos blocos de concreto submersos. Também será criada uma passagem por baixo da ponte para que técnicos possam vistoriar e fazer manutenção com mais facilidade.

Passarelas e tesourinhas

As 45 passarelas para pedestres do DF foram vistoriadas e devem ser revitalizadas. A promessa é que o edital do certame que definirá regras e selecionará empresas seja conhecido na semana que vem.

Todas as tesourinhas serão reformadas, anunciou a Novacap. “Estamos propondo trocar todo o guarda-corpo de concreto por estrutura metálica para reduzir riscos. Essa conversa está bem adiantada com o Iphan e a ideia é manter o desenho. Esperamos a liberação para fazer intervenções em todas as tesourinhas das partes norte e sul da cidade”, explicou Menegotto. A previsão é que a licitação seja publicada ainda neste mês.

Presidente da Novacap, chefe da Casa Civil e diretor do DER anunciaram o pacote de licitações. João Stanghelin/Jornal de Brasília

Saiba mais

Apontada como uma das prioridades em relatórios que indicavam situação precária de equipamentos públicos, a Ponte do Bragueto está com 60% da edificação concretada. A estrutura compõe as obras do Trevo de Triagem Norte, que será interditada neste fim de semana para instalação de estruturas metálicas. O bloqueio ocorrerá nos dias 4 e 5 de agosto, entre 7h e 17h, no sentido zona central, logo após a pista do Lago Norte.

A Ponte das Garças também passa por intervenções. Segundo o GDF, a troca do guarda-corpo está 75% concluída. A manutenção iniciou em 10 de março e deve levar mais 15 dias para ser concluída.

Leia também

– Vídeos mostram desabamento de viaduto no Eixão Sul
– Relatório já havia indicado risco de desabamento do Viaduto da Galeria dos Estados
– Relatório já havia indicado risco de desabamento do Viaduto da Galeria dos Estados
 Rollemberg confessa que viaduto que desabou não recebeu manutenção
– Dona de restaurante atingido por desmoronamento relata momentos de tensão


Você pode gostar
Publicidade