fbpx
Siga o Jornal de Brasília

Cidades

GDF regulamenta visitas virtuais no sistema prisional

Sem se ver há quatro meses, detentos e familiares poderão se reencontrar por videochamada

Willian Matos

Publicado

em

PUBLICIDADE

Após manifestações da população pedindo a retomada das visitas presenciais nos presídios, o Governo do Distrito Federal (GDF) criou uma solução que deve amenizar a saudade entre familiares e detentos e, ao mesmo tempo, manter as medidas de isolamento social em prevenção à covid-19. A partir de agora, as visitas voltarão a ser realizadas, mas de forma virtual.

O detento e o visitante, devidamente cadastrados e autorizados, se comunicarão por videochamada, através de equipamentos eletrônicos, como tablet e smartphone.

Ao criar a visitação virtual, o GDF considera a “necessidade de manter os laços familiares durante o cenário de pandemia”. A Secretaria de Administração Penitenciária do DF já vinha tentando a criação da medida há tempos, junto ao Ministério Público (MPDFT) e ao Tribunal de Justiça (TJDFT).

Quase quatro meses

As visitas a presídios estão suspensas desde o dia 12 de março, época em que o GDF determinou uma série de medidas de prevenção ao novo coronavírus. Assim, detentos e familiares estão há quase quatro meses sem se ver.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O sistema prisional do DF registra quatro mortes até o momento, sendo três detentos e um policial penal. Até a última atualização, no dia 1º de julho, eram 1,6 mil infectados nos presídios locais.


Leia também
Publicidade
Publicidade
Publicidade